Equipe gaúcha, que vem de derrota em casa para a Portuguesa, não vence os catarinenses em Porto Alegre há nove anos

O Grêmio tem ao menos dois bons motivos para buscar a vitória contra o Figueirense , neste domingo, no Estádio Olímpico. O primeiro é a situação na tabela: quarto colocado, com 31 pontos, o Tricolor receberá o lanterna do Campeonato Brasileiro e precisa dos três pontos após perder em casa para a Portuguesa. O segundo é o tabu de nove anos sem vencer o time catarinense jogando em Porto Alegre.

Leia também:  Loco Abreu sente dores no joelho e desfalca o Figueirense contra o Grêmio

A derrota para a Lusa foi lamentada, mas não chegou a pegar os gremistas de surpresa: "eu estava muito preocupado para este jogo, pois jogamos quinta tendo que correr atrás do resultado e voltamos a campo três dias depois para um jogo onde tivemos um desgaste físico e emocional muito grande.

Quando o emocional está cansado, a equipe se desconcentra, e foi o que ocorreu hoje", avaliou o técnico Vanderlei Luxemburgo. Neste domingo, Luxa, que foi absolvido pelo STJD por sua expulsão contra o Coritiba e está liberado para comandar a equipe, não contará com o atacante Kléber e o lateral Pará, ambos suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Os substitutos mais prováveis são Leandro, que deve compor o ataque com Marcelo Moreno, e Tony, que jogará pela direita e passará Edílson para o lado esquerdo. Werley e Marcelo Moreno, que cumpriram suspensão contra a Portuguesa, estão de volta.

O treinador Luxemburgo conversa com Léo Gago durante treinamento do Grêmio pra o jogo deste domingo
Gazeta Press
O treinador Luxemburgo conversa com Léo Gago durante treinamento do Grêmio pra o jogo deste domingo

Para sorte do Grêmio, os concorrentes na luta pelo título também fracassaram: enquanto Atlético-MG, Vasco e Fluminense apenas empataram seus jogos, o Internacional perdeu para o Corinthians, o que amenizou um pouco o peso da derrota para a Lusa. A projeção de fechar o turno com ao menos 36 pontos, estipulada por Luxemburgo, está mantida. Para isso, a equipe teria que vencer o Figueirense e o Gre-Nal do dia 26.

Confira a classificação do Brasileirão 2012

O Figueira, por sua vez, vive uma crise que parece não ter fim. No último sábado, a equipe quebrou um tabu de 14 jogos sem vitória e derrotou o Sport, na Ilha do Retiro. Nesta quinta, porém, levou 3 a 1 do Santos em pleno Orlando Scarpelli, em jogo que chegou a estar em vantagem tanto numérica quanto no placar da partida. "Tivemos a capacidade de tirar um jogador deles de campo, mas não aproveitamos bem aquele momento. Depois, o jogo ficou naturalmente mais equilibrado, mas sem maiores problemas para nós. Voltamos ao segundo tempo avisando sobre a jogada por dentro, parece que é uma praga, e tomamos um gol em um belíssimo lance individual", afirmou o técnico Hélio dos Anjos.

Com apenas duas vitórias em 17 jogos, o Figueirense está na última colocação do Brasileiro, com 11 pontos - cinco a menos que o Coritiba, primeiro time que não estaria sendo rebaixado. Para a partida no Olímpico, o técnico Hélio dos Anjos não terá Júlio César, que se lesionou contra o Peixe, e Túlio, que foi expulso. O atacante Ronny, porém, deve estar à disposição.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO X FIGUEIRENSE

Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data: 19 de agosto de 2012, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Thiago Gomes Brigido (CE)

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Tony, Werley, Gilberto Silva e Edílson; Fernando, Souza, Elano e Zé Roberto; Leandro e Marcelo Moreno
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

FIGUEIRENSE: Wilson; Léo, Fred, João Paulo e Guilherme Santos; Claudinei, Diogo, Guilherme Lazaroni e Fernandes; Caio e Aloísio
Técnico: Hélio dos Anjos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.