Tamanho do texto

Equipe paranaense se aproveitou dos desfalques do adversário para garantir sonora goleada por 4 a 0 no Couto Pereira

Com uma apresentação de gala no Couto Periera, o Coritiba acabou com o jejum de quatro rodadas sem vitórias no Campeonato Brasileiro e goleou o Cruzeiro por 4 a 0, aproveitando bem os desfalques do adversário. Com o resultado, o time paranaense chegou aos 19 pontos ganhos na classificação e ganhou um pequeno refresco em relação à zona de rebaixamento. Os mineiros estacionaram nos 27 pontos e estão em queda.

Roberto comemora o terceiro gol do Coritiba na goleada sobre o Cruzeiro
Gazeta
Roberto comemora o terceiro gol do Coritiba na goleada sobre o Cruzeiro


O Coxa abriu o placar aos 19 minutos da primeira etapa, com Lucas Mendes, que aproveitou cruzamento na medida para testar para as redes. Aos 37 minutos, com uma cobrança perfeita de falta, Ayrton ampliou a vantagem. Depois do intervalo, logo aos três minutos, Éverton Ribeiro rolou pra Roberto, que bateu forte e fez o terceiro gol. Anderson Aquino, aos 33 minutos, fechou a conta.

Confira a classificação atualizada do Campeonato Brasileiro

Na próxima rodada, o Coritiba vai a Florianópolis, onde no domingo encara o Figueirense, no Estádio Orlando Scarpelli. Já o Cruzeiro terá pela frente o clássico diante do Atlético Mineiro, fechando o primeiro turno, no Estádio Independência, em Belo Horizonte.

VEJA AS IMAGENS DA 18ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO:


O jogo

A partida começou bem disputada, mas com as ações restritas ao meio campo. Aos cinco minutos, Marcelo Oliveira tentou um cruzamento fechado e quase enganou o goleiro Vanderlei. Aos sete minutos, Éverton Ribeiro partiu para a jogada individual, mas exagerou e esqueceu a bola. A equipe paranaense errava muitos passes e irritava o torcedor.

Poucas chances reias eram criadas, até que, aos 19 minutos, Ayrton fez o cruzamento e Lucas Mendes apareceu par atestar para o fundo das redes. O Coxa quase ampliou em uma bobeira do goleiro Fábio, que tentou repor a bola e acerto o atacante Roberto. Ficou apenas no susto. Depois do gol o time da casa passou a dominar a partida, com maior posse de bola e marcação forte.

Relembre a história do Brasileirão, de 1971 a 2011, no infográfico do iG

Aos poucos o Coritiba se aproximava mais da meta adversária. Aos 37 minutos, Ayrton cobrou falta com perfeição e fez um belo gol no Alto da Glória. Nas arquibancadas, a desconfiança do torcedor alviverde virou festa; Aos 40 minutos, cruzamento fechado na área e Vanderlei deixou a meta para interceptar e evitar qualquer problema.

Na segunda etapa, os visitantes retornaram com Wallyson e Tinga para tentar buscar pelo menos um empate. Porém, quem começou sufocando foi o Coxa, que aos três minutos, chegou ao terceiro gol, com Roberto, que recebeu na entrada da área e mandou a bomba para as redes. Aos oito minutos, Wellington Paulista cobrou falta e a bola subiu demais.

O Cruzeiro estava nervoso em campo e mostrava total desentrosamento. Aos 16', cruzamento para Roberto que, sozinho, perdeu a chance. Aproveitando falha da defesa, Gil dominou a bola e arrematou no cantinho para grande defesa de Fábio. Éverton Ribeiro armou o tiro aos 23 minutos e Ceará apareceu para travar.

Administrando bem, o Coxa estava mais próximo do quarto do que os mineiros do primeiro. E Ele veio aos 33 minutos, em contra-ataque rápido que sobrou com Anderson Aquino, que só teve o trabalho de empurrar para as redes depois de passe de Rafinha. Aquino se empolgou, aos 36 minutos, chutou nas arquibancadas do Alto da Glória. Éverton Ribeiro fez fila e bateu à direita da meta, aos 43 minutos. Ótima atuação do Coritiba em casa.

FICHA TÉCNICA
CORITIBA 4 X 0 CRUZEIRO

Local: Estádio Major Antônio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 19 de agosto de 2012, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Francisco Carlos Nascimento
Assistentes: Carlos Berkenbrock e Kleber Lucio Gil
Cartões amarelos: Chico (Coritiba); Sandro Silva, Lucas Silva, Thiago Carvalho, Souza (Cruzeiro)

Gols:
CORITIBA: Lucas Mendes, aos 19 minutos e Ayrton aos 37 minutos do primeiro tempo; Roberto, aos 03 minutos e Anderson Aquino, aos 33 minutos do segundo tempo

CORITIBA: Vanderlei; Ayrton, Luccas Claro, Escudero e Lucas Mendes (Dirceu); Chico, Junior Urso, Everton Ribeiro, Robinho (Gil) e Rafinha; Roberto (Anderson Aquino).
Técnico: Marcelo Oliveira

CRUZEIRO: Fábio; Ceará, Rafael Donato, Thiago Carvalho e Marcelo Oliveira; Diego Renan (Wallyson), Sandro Silva, Lucas Silva (Tinga) e Souza; Fabinho e Wellington Paulista (Anselmo Ramón)
Técnico: Celso Roth