Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Ceará embala com vitória fora de casa e deixa Bragantino na degola

Foi o terceiro triunfo consecutivo da equipe nordestina, que agora, com 27 pontos, já se afasta consideravelmente da zona de rebaixamento

Gazeta | - Atualizada às

Sem se importar com o fato de jogar em São Paulo, e com forças para virar depois de sair perdendo, o Ceará conquistou uma importante vitória neste sábado, ao derrotar o Bragantino por 3 a 1. Foi o terceiro triunfo consecutivo da equipe nordestina, que agora, com 27 pontos, já se afasta consideravelmente da zona de rebaixamento - por onde esteve em boa parte do primeiro turno da Série B - e passa a sonhar com o G4 da competição.

Veja a classificação da Série B

Situação inversa vive o Bragantino. Estacionado na degola, somando 15 pontos, o Massa Bruta, que já visitou a parte de cima da tabela, agora tenta afastar a crise. Substituto de Marcelo Veiga - demitido depois de cinco anos -, o técnico Roberto Cavalo tem duas derrotas na conta.

A chance de somar os primeiros três pontos será na próxima rodada, quando a equipe alvinegra viaja até Varginha para encarar o Boa Esporte. O embalado Ceará, por sua vez, volta para casa, onde recebe o líder Vitória.

Gazeta Press
Robert comemora após marcar para o Ceará neste sábado


O jogo

O público era pequeno no Nabi Abi Chedid, mas os jogadores trataram de deixar a partia emocionante desde os primeiros minutos. O Ceará era só ataque apesar do campo ser do adversário, que foi quem abriu o placar no final das contas, aos sete minutos, depois que Luizão e o goleiro Fernando Henrique trombaram ao tentar afastar a bola, deixando-a livre para Rafael Caldeira cabecear com precisão para o fundo da rede.

Primeiro em três jogos, o gol empolgou os donos da casa, que passaram a ganhar no meio-campo e ficar mais perto de marcar pela segunda-vez. A melhor chance veio com Léo Jaime, que em seu retorno após edema na coxa acertou um chute rente à trave cearense. Mas um descuido pôs abaixo toda a recuperação desenhada pelo Braga.

Aos 22 minutos, Bruninho cobrou escanteio e, ao tentar afastar o perigo, Anderson acabou mandando contra a própria rede. Podia o jogador se desestabilizar com o erro, mas todo o time alvinegro passou a errar passes e dar espaço ao adversário, que chegou a virada pouco depois. Aos 39 minutos, em novo cochilo da zaga da casa, Luizão aproveitou e mandou para o gol.

Na volta do intervalo, o Bragantino esteve com outra postura principalmente pela troca de Anderson por Paulo Renê. Mas mais posse de bola não significava ofensividade ao Massa Bruta, que pouco arriscava. Numa das vezes em que tentou, com Lincom, obrigou o goleiro Fernando Henrique a fazer grande defesa.

A partir dos 20 minutos, o panorama mudou. No Bragantino, saíram Murilo Silva e Frank, e entraram Tchô e Cesinha. Já no Ceará Bruninho deu lugar a Robert. E deu mais certo para os visitantes, que logo, então, assustaram com Itamar, que não soube aproveitar ótimo cruzamento de Márcio Careca.

Aos 28 minutos, contudo, o gol do Ceará saiu. Itamar escorou outro cruzamento para a área e deixou para Robert, que dominou e chutou forte, praticamente definindo o placar no Nabi Abi Chedid. Sobrou tempo apenas para o Bragantino ensaiar alguns chutes e ouvir vaias da pequena torcida que foi ao estádio.

FICHA TÉCNICA
BRAGANTINO 1 X 3 CEARÁ

Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)
Data: 18 de agosto de 2012, sábado
Hora: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Assistentes: Neuza Inês Back e Nadine Schram Câmara Bastos (ambas Asp. Fifa/SC)
Cartões amarelos: Rafael Caldeira (Bragantino); Bruninho, Juca, João Marcos e Paulo Sérgio (Ceará)

Gols: BRAGANTINO: Rafael Caldeira aos sete minutos do primeiro tempo
CEARÁ: Anderson, contra, aos 22 minutos do primeiro tempo, Luizão aos 39 minutos do primeiro tempo e Robert aos 28 minutos do segundo tempo

BRAGANTINO: Rafael Santos; Guilherme, Frank (Cesinha) e Caldeira; Murilo Silva (Tchô), Moisés, Anderson (Paulo Renê), Fernando Gabriel e Robertinho; Léo Jaime e Lincom
Técnico: Roberto Cavalo

CEARÁ: Fernando Henrique; Paulo Sérgio, Luizão, Daniel Marques e Márcio Careca; Heleno, João Marcos, Juca (Régis) e Bruninho (Robert); Mota e Itamar (Robston)
Técnico: PC Gusmão

Leia tudo sobre: cearábragantinosérie b 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG