Segundo o jogador argentino, as empresas jamais o consultaram sobre o uso de sua imagem no jogo online chamado "Soccer Hot Blooded"

Maradona foi demitido do Al Wasl em julho
EFE
Maradona foi demitido do Al Wasl em julho

O ex-jogador de futebol Diego Maradona processou duas empresas chinesas provedoras de serviços na Internet por uso não autorizado de sua imagem em um jogo online de futebol. As empresas processadas são a Beijing Sina Internet Information Service e a Shanghai Nº 9 City Information Technology, que utilizaram a imagem no jogo "Soccer Hot Blooded" (Futebol de Sangue Quente, em tradução livre do inglês).

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O game traz um personagem animado do ex-jogador argentino com a jaqueta da seleção do país e os olhos arregalados, como na comemoração do gol contra a Grécia na Copa do Mundo de 1994, disputada nos Estados Unidos.

Maradona, que foi demitido em julho do cargo de técnico do Al Wasl, dos Emirados Árabes, onde estava desde agosto de 2011, esteve presente na audiência que aconteceu nesta sexta-feira em Pequim.

Leia mais:  Maradona afirma que gostaria de ser técnico no futebol chinês

O ex-jogador processou as empresas porque alega que jamais o consultaram sobre o uso de sua imagem. Por isso, ele pede uma indenização de 20 milhões de yuans (cerca de R$ 5 milhões).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.