Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Empresário de Guardiola nega contatos com seleção brasileira

Josep María Orobitg disse que o espanhol não teve propostas do Brasil e que prefere o futebol de clubes

EFE |

EFE

EFE
Pelo Barça, Guardiola ganhou três vezes o Espanhol e conquistou duas Ligas dos Campeões

O representante do treinador Pep Guardiola, Josep María Orobitg, negou as especulações sobre um possível contato para que o treinador assumisse o comando da seleção brasileira, que há algumas semanas circulam pela imprensa e pelas redes sociais.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Nunca houve nenhum contato com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF)", disse de forma enfática Orobitg em entrevista publicada nesta sexta-feira no jornal esportivo "Lance". O agente afirmou conversar "frequentemente com Pep", que lhe deu "instruções de não negociar com ninguém", pois só deseja "descansar" após ter encerrado seu compromisso com o Barcelona.

Leia mais: No Barcelona, lateral Adriano se diz no auge da carreira e recuperado de lesões

Guardiola "vive em Nova York, está feliz com sua esposa e seus filhos, que já estão matriculados na escola", declarou Orobitg. O agente desmentiu todas as possibilidades do técnico assumir a seleção brasileira ou alguma outra. O representante de Guardiola afirmou, inclusive, que houve uma oferta da federação russa, mas que foi rejeitada."É difícil falar do futuro, mas não acho que Pep assuma o Brasil ou qualquer outra seleção. Ele gosta muito do futebol de clubes, sobretudo do europeu", explicou.

Veja também: Sem grandes contratações, Real e Barça iniciam temporada no próximo domingo

Os boatos sobre a possibilidade de Guardiola assumir a seleção brasileira surgiram nas últimas semanas, em meio às fracas atuações da equipe pentacampeã sob o comando de Mano Menezes, e reapareceram após a derrota do Brasil diante do México na final dos Jogos Olímpicos de Londres. A própria CBF desmentiu os rumores e garantiu Mano Menezes, mas nas redes sociais muitos brasileiros sugerem Guardiola para o cargo, que nunca antes foi ocupado por um treinador estrangeiro. 

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG