Treinador lamentou expulsão de Ibson e pediu paciência com o meia Fernandinho, que estreou

O Flamengo deu apenas um chute a gol durante toda a derrota por 1 a 0 para o Palmeiras , nesta quarta-feira, na Arena Barueri. Mas, para o técnico Dorival Júnior , a postura do seu time dentro de campo deve ser enaltecida pelo torcedor. Com um jogador a menos desde os 29 minutos do primeiro tempo, a equipe não conseguiu superar a defesa rival e deixou o gramado sem conquistar um ponto sequer.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Dorival Júnior acha que a expulsão de Ibson definiu o futuro da partida
Vipcomm
Dorival Júnior acha que a expulsão de Ibson definiu o futuro da partida

O treinador crê que os seus comandados foram eficientes ao longo de todo o confronto e só não conseguiram igualar a vantagem adversária por sofrerem com o desfalque de Ibson , expulso após cometer falta no chileno Valdivia e receber o segundo cartão amarelo.

Leia mais: Em jogo cheio de cartões, Palmeiras vence o Fla e deixa a degola

"Foi um jogo muito truncado e muito brigado. Tecnicamente, a partida foi muito pobre. Os times criaram poucas jogadas e as defesas prevaleceram sobre os ataques. Temos que lamentar que tínhamos o jogo controlado e sofremos com a perda do Ibson. Isso penalizou a atuação da equipe, que ficou fragilizada. Mesmo assim, nós mantivemos uma postura agressiva, mas com um homem a menos, as coisas ficaram mais complicadas", analisou o técnico flamenguista.

Veja mais: Flamenguistas divergem sobre rigor do árbitro e excesso de cartões

Sem o armador para organizar o seu meio-campo, Dorival Júnior apostou em Fernandinho, que estreou no time principal. Contestado sobre os motivos que o levaram a escalar o jovem atleta de 19 anos para um duelo tão complicado, o treinador se esquivou de qualquer polêmica com Adryan, que não ficou nem no banco, e elogiou as qualidades do escolhido.

Veja também: Valdivia veste camisa do Flamengo na saída de campo e torcida xinga

"Velocidade. Nós queríamos manter a velocidade a saída rápida. Na teoria, sempre buscamos uma marcação mas concentrada e, infelizmente, ele não conseguiu usar sua força para isso. Ele afogou rapidamente. O garoto vai oscilar até que ele encontre um caminho e isso demora um pouco. Era um jogo importante a função dele era importantíssima. Ele tentou correr por todos os lados e acabou se perdendo em campo", encerrou Dorival.

Ajude o time do Flamengo a subir no ranking da Torcida Virtual

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.