Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Portuguesa completa 92 anos de história de títulos e crises

Bicampeã paulista e vice-campeã brasileira, a " Lusa" chegou a ser rebaixada nos dois campeonatos

Gazeta |

Gazeta Press
A torcida, composta por muitas famílias e várias gerações, comemorou bastante o título da série B de 2011

Fundada no dia 14 de agosto de 1920, a Associação Portuguesa de Desportos completa nesta terça-feira exatos 92 anos de história. Considerada a segunda equipe de boa parte dos moradores da capital paulista, a "Lusa" já enfrentou quase um século de dificuldades, passando por rebaixamentos e graves problemas financeiros.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Com elencos memoráveis, o time lusitano viu craques como Djalma Santos, Brandão, Enéas, Ivair e Julinho Botelho vestirem a camisa rubro-verde.  Ou ainda o garoto Dener, considerado um dos maiores da história do clube, morto em acidente de carro em meados da década de 1990.

Leia mais: No Canindé, Seedorf reencontra Dida e Portuguesa e Botafogo ficam no 1 a 1

Gazeta Press
Em 1985, a Portuguesa ficou no quase e perdeu o título paulista para o São Paulo

Destacam-se os títulos do Torneio Rio-São Paulo, em 1952 e 1955, e do Campeonato Paulista, em 1973, quando dividiu a taça com o Santos de Pelé após erro do polêmico árbitro Armando Marques na contagem dos pênaltis.  Pela antiga Associação Paulista de Sports Athleticos, a Portuguesa venceu mais dois títulos estaduais. Nos anos de 1935 e 1936, a Lusa bateu o Ypiranga e sagrou-se bicampeã paulista.

Batendo na trave, o time paulistano ficou em segundo lugar no Paulistão de 1985, quando foi derrotado pelo São Paulo, e no Campeonato Brasileiro de 1996. Na ocasião, a Lusa ganhou adeptos por todo o país, mas acabou vencida pelos gaúchos do Grêmio, então comandados pelo técnico Luiz Felipe Scolari.

Veja também: Clubes da Série B poderão disputar a Copa Sul-Americana em 2013

No Brasileirão de 1998, goleada épica sobre o São Paulo: 7 a 2. Jogando no estádio do Pacaembu, a Portuguesa foi à rede com Emerson, César, Leandro Amaral, Carlinhos, Evandro, Ricardo Lopes e Da Silva. Serginho e Marcelinho Paraíba descontaram para os São Paulinos.

No início dos anos 2000, os rebaixamentos no Campeonato Paulista evidenciaram problemas gravíssimos na estrutura do clube, que por tanto tempo lutou para erguer o estádio Oswaldo Teixeira Duarte, o Canindé. Em 2008, de volta à elite estadual e nacional, a temporada começou com mostras de que o cenário em breve voltaria a ser grandioso, mas administrações falhas levaram a Lusa de volta ao calvário.

E ainda: Geninho protesta contra gol anulado da Portuguesa em Salvador

Em 2011, a redenção parecia certa, sem chance de erro. Após campanha irretocável na Série B do Campeonato Brasileiro, o time paulista chegou a ser comparado com o Barcelona de Lionel Messi e alcançou o acesso à Série A com folga. Considerada uma das favoritas para o Paulistão deste ano, a Portuguesa acabou sendo rebaixada para a Série A-2, causando desespero na torcida.

Gazeta Press
Marco Antônio, jogador da Portuguesa, com a taça de campeão do Brasileiro 2011 da série B

Após início irregular na competição nacional, o time comandado pelo técnico Geninho parece ter encontrado o caminho para a permanência na elite do futebol brasileiro e vai comemorar o aniversário de 92 anos em meio a uma fase elogiada pelos torcedores.

Os festejos oficiais começam na tarde desta terça-feira, quando as bandeiras do clube serão hasteadas no Canindé, e se estendem até o dia 25 de agosto, com o tradicional Banquete de Aniversário da Lusa.

Leia tudo sobre: portuguesacanindédjalma santosdenerenéasivair

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG