Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Ouro olímpico cria problema "agradável" para seleção mexicana

Técnico disse que medalha aumenta disputas internas por vagas de titulares

Reuters |

Reuters

AP
Com dois gols na final, o mexicano Peralta foi o destaque do ouro

O técnico da seleção mexicana de futebol, José Manuel de la Torre, admitiu na segunda-feira que o inédito ouro olímpico no futebol lhe causa um problema "agradável", por abrir uma maior competição entre os jogadores por uma vaga no time que provavelmente disputará a Copa de 2014.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

A seleção sub-23, dirigida por Luis Fernando Tena, venceu o favorito Brasil por 2 x 1 na final olímpica disputada no mítico estádio de Wembley. "A competição interna é forte, os jovens vêm apertando, a nós cabe escolher e é algo que nos complica, mas é também um problema bastante agradável", disse De la Torre, treinador da seleção principal.

Leia mais: Sob os olhares de Marin, Brasil treina sem Thiago Silva em Estocolmo

"Nós ficamos muito contentes e orgulhosos, ficou muito claro que dava para ganhar, e fizeram isso como uma grande equipe, aqui não há heróis nem vilões, as conquistas são em equipe, ninguém ganha sozinho", afirmou ele em entrevista coletiva antes de um amistoso do México contra os Estados Unidos.

Veja também: Andrés Sanchez descarta saída de Mano Menezes após a prata em Londres

O encontro de quarta-feira, no Estádio Azteca, na capital mexicana, serve como preparação dos dois times em meio às eliminatórias para a Copa de 2014, que será no Brasil.

Leia tudo sobre: méxicolondres 2012futebol mundial

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG