Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Oswaldo elogia estreia imprevista de Amaral e Lodeiro no Botafogo

Técnico explicou porque deixou o holandês Seedorf no banco de reservas contra a Portuguesa

Gazeta |

O planejamento de Oswaldo de Oliveira para uma partida novamente sofreu alterações imprevistas e mudou o curso daquilo que o treinador havia programado antes do confronto. No duelo ante a Portuguesa, neste domingo , o comandante botafoguense havia promovido a estreia do volante Amaral desde o início do jogo, mas foi forçado a colocar o atacante Lodeiro junto com o novato depois que Vitor Júnior sofrer uma lesão muscular.

Leia também: Zagueiro Antônio Carlos reclama da arbitragem

Amaral chegou a General Severiano após um acordo com o Cruzeiro e passou a trabalhar com os jogadores do time júnior antes de reforçar a equipe no Campeonato Brasileiro. Já o atacante Lodeiro estava defendendo o Uruguai nas Olimpíadas de Londres e integrous as atividades com os titulares apenas nesta semana.

Ao colocar o jovem atacante no gramado, Oswaldo de Oliveira admitiu que os dois atletas não estão preparados para atuar juntos, mas aprovou o que foi mostrado pela dupla no empate por 1 a 1 com a Portuguesa. "Eu não poderia fazer isso, mas tive que mudar no intervalo. Eu ia usar o Lodeiro numa etapa mais avançada, porque ele está se adaptando aos companheiros. Mas ele teve um bom rendimento e vai crescer muito, assim como o Amaral, que cumpriu com o que foi pedido e vai ser importante para nós."

Com as duas novas opções que testou diante da Portuguesa, o técnico Oswaldo de Oliveira espera responder aos críticos de seu trabalho e aumentar a concorrência por uma vaga no time titular. Lodeiro poderá ser o homem que substituirá o contestado Elkeson no ataque, enquanto Amaral deve fazer sombra ao volante Renato. Os dois são alguns dos principais alvos do torcedor e poderão voltar ao banco de reservas caso não apresentem um rendimento superior nas próximas rodadas do Brasileirão.

Banco de reservas
Após deixar o holandês Clarence Seedorf no banco de reservas do jogo deste domingo, o treinador botafoguense repetiu o mesmo discurso que manteve neste ano e alegou que sua ausência faz parte de um planejamento da comissão técnica. Para o técnico, o atleta ainda está fazendo sua pré-temporada e não pode ser exposto a uma longa sequência de jogos.

"O Seedorf terminou de jogar o italiano recentemente e ainda teve férias. Ele está fazendo sua pré-temporada, ou seja, ainda está no mês de fevereiro. Submeter o atleta a uma sequência longa de partidas seria muito pesado para ele. Além disso, ele sentiu uma fadiga muscular nos treinos e eu preferi deixá-lo no banco para não abusar", explicou.

Entre para a torcida virtual do Botafogo e comente as explicações de Oswaldo

Leia tudo sobre: GENETBotafogoOswaldo de OliveiraLodeiroAmaralBrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG