Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Jogadores do Atlético-GO contestam arbitragem pró-Santos no Pacaembu

Árbitro carioca anotou pênalti para o Santos e deixou de marcar um para o time de Goiânia

Gazeta |

Os jogadores do Atlético-GO não se conformaram com os critérios do árbitro Péricles Bassols Pegado Cortez no empate por 2 a 2 com o Santos , na noite deste sábado, no Pacaembu, pelo Campeonato Brasileiro . A principal reclamação foi por conta do pênalti assinalado para o Santos, que originou o gol do empate.

Argentinos salvam o Santos de derrota para o Atlético-GO no Pacaembu

"O juiz nos prejudicou um pouco. Não marcou um pênalti para nós no primeiro tempo, e o do Santos não foi. Mas é assim contra time grande", afirmou o meio-campista Dodó.

O Atlético-GO saiu na frente no placar, com dois gols de vantagem. Ainda no primeiro tempo, os jogadores do time visitante pediram infração dentro da área de Adriano sobre Rayllan, mas o árbitro mandou o jogo seguir. No segundo tempo, Péricles Bassols assinalou falta dentro da área de Gustavo sobre Miralles, que bateu o pênalti para empatar.

Patito estreia bem, mas Santos não sai de empate com o Atlético-GO no Pacaembu

"No meu modo de ver, não foi pênalti, mas ele marcou e temos que aceitar. Ele disse que estava convicto", afirmou Reniê. O goleiro Márcio também não gostou da opção do árbitro, mas adotou um discurso mais cauteloso.

"Acho que não foi pênalti, mas não tenho certeza, porque não dá para afirmar. Foi o lance que gerou o gol de empate do Santos. O Péricles disse que eu poderia confiar nele na jogada, mas respondi que não adiantava nada confiar ou não, porque o pênalti já tinha sido marcado", concluiu.


Leia tudo sobre: atlético-gosantosarbitragembrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG