Tamanho do texto

Equipe sofreu a terceira derrota seguida e torcedores não aprovaram mudanças contra o Corinthians

O Coritiba sofreu a sua terceira derrota seguida neste domingo, ao ser vencido pelo Corinthians, por 2 a 1, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba, pela 16ª rodada do Brasileirão. Há mais de um ano no time paranaense, o técnico Marcelo Oliveira começa a ser pressionado por parte da imprensa e torcedores, que não entenderam algumas substituições contra o Corinthians.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Eu também posso errar. Eu sempre coloco uma certeza para mim, mas às vezes ela não dá certo. Às vezes não dá. Quando eu decidi virar técnico, coloquei-me à disposição de todos, tanto nos momentos ruins como nos bons. É a primeira vez aqui que eu sofro três derrotas seguidas. Sempre convivi com vitórias", disse o treinador, em entrevista coletiva no Alto da Glória.

No  primeiro tempo, os jogadores alviverdes reclamaram de um recuou corintiano com o goleiro Cássio. Marcelo Oliveira evitou falar sobre este lance, mas admitiu a necessidade de "profissionalizar". "Não quero, neste momento, dar uma desculpa. Nós erramos, falhamos e estamos chateados. Esta não era a situação que queríamos", explicou.

Veja mais: Jogadores do Coritiba criticam arbitragem, mas reconhecem erros

Marcelo Oliveira, no entanto, afirmou que o grupo do Coritiba tem todas as condições para se reabilitar no Brasileirão. Na próxima quinta-feira, o Coxa terá uma difícil missão, já que visita o Vasco, às 21 horas (de Brasília), em São Januário, no Rio de Janeiro. "Temos um grupo unido, comprometido e que não deixa de treinar, e levamos isto para o campo", finalizou.

Ajude o time do Coritiba a subir no ranking da Torcida Virtual