Lúcio Maranhão marcou o único gol da partida, que teve pênalti perdido pelo Guarani no final

Jogadores do ASA comemoram em foto de arquivo
Divulgação
Jogadores do ASA comemoram em foto de arquivo

Em partida entre times que ocupam a parte de baixo da tabela na Série B do Campeonato Brasileiro, o ASA se aproveitou do mando de campo no estádio Municipal de Arapiraca, em Alagoas, e, com direito a pênalti defendido pelo goleiro Gilson nos últimos minutos, derrotou o Guarani pelo placar de 1 a 0. O único gol da partida foi marcado por Lúcio Maranhão, aos 44 minutos do primeiro tempo.

Comente esta notícia e deixe seu recado para outros torcedores

Com o resultado, o ASA sobe para 17 pontos na tabela, com campanha de cinco vitórias, dois empates e nove derrotas, e sai da zona de rebaixamento, empurrando o Bragantino para a 17ª posição. Já o Guarani não consegue o segundo triunfo consecutivo, continua sem vencer fora de casa e segue nas últimas posições, com 19 pontos (quatro vitórias, sete empates e seis derrotas).

Leia mais: Ceará derrota o Barueri em casa

Na próxima terça-feira, o ASA viaja até Paranaguá (PR), onde pega o Atlético-PR, às 21h50, no estádio Gigante do Itiberê. No mesmo horário, o Guarani tem um duelo complicado contra o Avaí, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP).

Confira a classificação atualizada da Série B

FICHA TÉCNICA
ASA 1 X 0 GUARANI

Estádio: Municipal Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca (AL)
Data: 10 de agosto de 2012, sexta-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Cláudio Mercante Júnior (PE)
Assistentes: Ubirajara Ferraz Jota (PE) e Roberto José de Oliveira (PE)
Cartões amarelos: Alex Barros (Guarani); Lúcio Maranhão e Audálio (ASA)

GOLS: ASA: Lúcio Maranhão, aos 44 minutos do primeiro tempo.

ASA: Gilson; Gabriel, Fabiano, Edson Veneno e Chiquinho; Audálio, Lucas e Cal (Geovane); Didira (Valdívia), Lúcio Maranhão e Roberto Jacaré (Alexsandro)
Técnico: Nedo Xavier

GUARANI: Emerson; Chiquinho (Medina), André Leone, Rodrigo Arroz e Alex Barros; Jackson, Ademir Sopa, Fabio Bahia e Kleiton Domingues; Juninho (Clebinho, Ronaldo) e Schwenck
Técnico: Vadão

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.