Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Técnico do Corinthians poupa Cássio e zaga por falha em gol de bola parada

Goleiro saiu mal e permitiu que o Atlético-GO abrisse o placar em pleno Pacaembu no empate de quarta

iG São Paulo |

Antes de rever pela televisão os melhores momentos do empate por 1 a 1 com o Atlético-GO , na quarta-feira, pelo Campeonato Brasileiro , o técnico Tite não quis opinar sobre o gol que o Corinthians sofreu, no começo do segundo tempo, após falta cobrada pela esquerda. "Fiquei sem uma noção maior de profundidade. Não consigo avaliar. Vou ver o teipe", disse o treinador, como forma de poupar a defesa e o goleiro Cássio , que saiu atrapalhado da meta e viu o atacante Ricardo Bueno , ex-jogador do Palmeiras , cabecear para a rede.

O comandante preferiu elogiar a batida do jogador atleticano e o tempo de bola do ex-palmeirense em vez de apontar erro na jogada de bola parada: "Não tem marcação individual em bola parada. A gente marca a partir do momento em que há a batida na bola, justamente para não levar o adversário para dentro do goleiro", disse.

O JOGO:  Cássio erra, Atlético-GO sai na frente e Corinthians não passa de empate

O próprio Cássio, no entanto, reconheceu ter falhado no lance. "Cheguei atrasado. Todos estão sujeitos a erro, mas pelo menos nosso time conseguiu chegar ao empate", admitiu o goleiro de 1,95m, acostumado a se antecipar aos atacantes.

MAIS:  Tite atrela empate a marcação adversária e atuação fraca do Corinthians

O tento quebrou invencibilidade de três jogos do camisa 12 no Campeonato Brasileiro. Depois do empate por 1 a 1 com a Portuguesa, pela 11ª rodada, não havia tomado gol nos confrontos com Cruzeiro, Bahia e Vasco.

Ajude o Corinthians a aumentar sua Torcida Virtual do iG Esporte

Leia tudo sobre: CorinthiansBrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG