Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Love encerra jejum, Fla vence o Figueirense e se recupera na tabela

Atacante, que não marcava há oito jogos, fez dois contra os catarinenses, que perdem a sétima seguida

iG Rio de Janeiro | - Atualizada às

Na noite em que o seu centroavante voltou a fazer o que dele se espera, o Flamengo também voltou a vencer no Campeonato Brasileiro , o primeiro triunfo com o técnico Dorival Junior no comando. Vagner Love marcou duas vezes, encerrou um jejum de oito partidas sem balançar as redes e o time carioca bateu o Figueirense por 2 a 0 no estádio Orlando Scarpelli, na noite desta quarta-feira, pela 15ª rodada.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Gazeta Press
Vágner Love comemora seu gol pelo Flamengo sobre o Figueirense

Em jogo marcado por duas expulsões, uma de cada lado, ainda na primeira etapa, o Flamengo foi superior e aproveitou melhor as oportunidades. Com a vitória, o time carioca chega aos 19 pontos e sobe para a 10ª colocação. O Figueirense segue em situação desesperadora, perde a sétima partida seguida e se mantém na lanterna, com apenas oito pontos.

O Flamengo volta a campo no próximo sábado, às 21h, contra o Náutico , no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. No mesmo dia, mas às 18h30, o Figueirense visita o Sport na Ilha do Retiro.

O Jogo
O confronto começou com as duas equipes mais preocupadas em não deixar o adversário ter espaço. Com isso, a bola ficou concentrada entre as intermediárias. Somente aos nove minutos o Figueirense teve a primeira chance de gol. O volante Claudinei arriscou da entrada da área, mas por cima do travessão de Felipe. O Flamengo tinha mais a posse de bola, só que não era objetivo.

O panorama da partida seguia o mesmo com o passar do tempo. O Figueirense arriscava de fora, mas sem perigo ao gol de Felipe. Já o Flamengo tentava criar bons lances, mas só incomodou o goleiro Wilson em um chute de longe de Negueba, aos 22 minutos. Depois da tentativa, os rubro-negros melhoraram e por pouco não abriram o placar em duas oportunidades. Na primeira, Ramon chegou na área, só que foi desarmado por Léo. Na segunda, Léo Moura veio pela direita e em vez de chutar, tentou tocar para Vagner Love e viu a zaga afastar a bola.

O Flamengo permaneceu no setor ofensivo e aos 30 minutos teve sua melhor chance. Negueba cruzou pela direita, a zaga rebateu para o meio da área e sobrou para Luiz Antônio. No entanto, o volante chutou muito mal. A resposta do Figueirense veio no minuto seguinte. Caio arriscou de fora da área e viu Felipe espalmar para longe.

A partida ganhou em emoção porque aos 32 minutos Negueba fez boa jogada individual dentro da área e finalizou em cima de Wilson. Logo depois, os donos da casa ficaram com um homem a menos. Anderson Conceição, que já tinha cartão, fez falta em Vagner Love e acabou recebendo o vermelho do árbitro. Na cobrança da falta, Luiz Antônio chutou, a bola bateu na barreira e foi na trave.

Nos minutos finais, o jogo ficou nervoso, mas o Figueirense teve sua principal chance de marcar aos 43 minutos. Loco Abreu tocou para Ronny, que ficou livre na área. O meia chutou cruzado e viu a bola passar perto da trave de Felipe para desespero da torcida catarinense. Nos acréscimos, foi a vez do Flamengo e ficar com dez jogadores. Leonardo Moura deu um carrinho por trás em Ronny e recebeu o cartão vermelho direto do árbitro. Assim, o duelo foi para o intervalo sem gols.

A etapa final iniciou da mesma forma que o primeiro tempo. Os dois times mais preocupados com a parte defensiva. Só que na primeira chance, o Flamengo abriu o placar aos 17 minutos. Após cobrança de escanteio, Vágner Love se antecipou a zaga catarinense e cabeceou para a rede. O gol acabou com o jejum de oito jogos sem marcar do atacante rubro-negro.

Depois do gol, o Flamengo recuou e chamou o Figueirense para seu campo de defesa. No entanto, os donos da casa não aproveitavam o espaço para criar bons lances. Os visitantes tiveram nova oportunidade de marcar aos 31 minutos. Ibson pegou rebote e chutou a direita do gol de Wilson. Três minutos depois, foi a vez de Luiz Antônio quase ampliar para os cariocas, mas a finalização também saiu a direita.

A pressão carioca fez o Figueirense criar sua melhor chance no segundo tempo, aos 35 minutos. Após cruzamento pela esquerda, Loco Abreu cabeceou, mas na trave de Felipe. O lance animou os donos da casa, que assustou quatro minutos depois em um chute de longe de Léo.

Nos minutos finais, o Figueirense foi para o tudo ou nada, mas viu o Flamengo fazer o segundo aos 41 minutos. Vagner Love foi lançado, levou a melhor sobre João Paulo e finalizou sem chance para Wilson para decretar a vitória rubro-negra.

FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE 0 X 2 FLAMENGO

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 8 de agosto de 2012 (Quarta-feira)
Horário: 21h50(de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Assistentes : Tatiana de Freitas (Fifa-RS) e Rafael Silva Alves (RS)
Cartões amarelos: Jackson e Loco Abreu (Figueirense); Thiago Medeiros, Vagner Love e Luiz Antônio (Flamengo)
Cartões vermelhos : Anderson Conceição (Figueirense); Leonardo Moura (Flamengo)

GOLS: FLAMENGO: Vagner Love, aos 17 e 41min do segundo tempo

FIGUEIRENSE: Wilson, Léo (Fernandes), Fred, Anderson e Marquinhos (Guilherme Lazaroni); João Paulo, Jackson, Claudinei e Ronny (Julio Cesar); Caio e Loco Abreu
Técnico: Hélio dos Anjos

FLAMENGO: Felipe, Leonardo Moura, Thiago Medeiros (Muralha), Marcos González e Ramon; Cáceres, Luiz Antonio, Renato Abreu, Thomás (Adryan) e Negueba (Ibson); Vagner Love
Técnico: Dorival Júnior

Ajude o time do Flamengo a subir no ranking da Torcida Virtual

Leia tudo sobre: FlamengoFigueirenseBrasileirão 2012Vagner Love

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG