Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Caio Júnior lamenta empate e admite problemas no ataque do Bahia

Treinador diz que corre contra o tempo para resolver falhas no setor. Time já ficou sem marcar em seis jogos do Brasileirão

Gazeta |

Futura Press
Bahia e Portuguesa se enfrentaram em Pituaçu

Segundo pior ataque do Campeonato Brasileiro, o Bahia empatou por 0 a 0 com Portuguesa nessa quarta-feira, no Pituaçu. Essa foi a sexta vez na competição que a equipe terminou um jogo sem ir às redes . Para o treinador Caio Júnior, o time tem sérios problemas no setor.

Comente esta notícia e deixe seu recado para outros torcedores

"Tenho que encontrar uma solução para o ataque no sábado. Quando agente tem que atacar, temos complicações e é essa limitação que tenho que pensar e arrumar. Não dá pra ficar dependendo de bola lançada. Eu gosto de time que cria, que chega perto da área", afirmou.

Leia ainda: Geninho protesta contra gol anulado da Lusa em Salvador

Contra a Lusa, o Bahia teve nada menos do que oito desfalques, incluindo Souza, artilheiro do time no Brasileiro, com três gols, e no ano, com 22. Suspenso pelo STJD por quatro partidas após agressão sobre o zagueiro Antonio Carlos, do Botafogo, o centroavante fez falta, na opinião do treinador.

"Souza ter ficado de fora foi ruim porque é um jogador que tem potencial ofensivo. Ele ainda tem um jogo pra cumprir e depois vamos ter ele de volta", analisou.

O técnico, porém, acredita que o Bahia tem boas peças e que, com retornos de lesão e suspensão, o time pode melhorar. "O Caio, vocês vão ver, vai ajudar muito. O Jeferson está treinando muito bem. O Mancini já volta e também vai ajudar. O Zé Roberto ainda vai crescer", garantiu.

Com o empate dessa quarta, o Bahia continua na incômoda zona de rebaixamento. Na próxima rodada, volta a jogar no Pituaçu, contra o Cruzeiro, às 18h30 (de Brasília) de sábado.

Leia tudo sobre: BAHIACAIO JÚNIORBrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG