Argentino valoriza respeito entre novos companheiros e espera por chance para jogar mais

Martínez tem se entrosado bem ao dia a dia corintiano
Futura Press
Martínez tem se entrosado bem ao dia a dia corintiano

Juan Manuel Martínez jogou apenas 32 minutos na sua primeira partida pelo Corinthians , mas valorizou o primeiro contato que teve com a torcida e o time titular no empate por 1 a 1 com o Atlético-GO no Pacaembu.

Leia também:  Susto com Denner encerra trabalho de reservas corintianos

"O Corinthians joga muito bem como time. Não há ninguém que se sobressaia, não tem individualidades e, por isso, foi o campeão da Libertadores. Ganhou de times como o Boca Juniors, que tinha Riquelme, e do Santos, de Neymar", exaltou o argentino que entrou em campo aos 17 minutos, quando o Corinthians perdia por 1 a 0.

Leia também: Corinthians procura por registro de Lucas por porcentagem na venda ao PSG

Para Martínez, a falta de gols dos atacantes - o último foi há oito rodadas, com Liedson , que já nem está mais no clube, não é problema. Para ele, o importante é o time reencontrar o gol independente de quem seja o autor. O Corinthians tem um gol marcado nos últimos três jogos. 

Martínez foi recebido bem no elenco corintiano. O reserva Denner é um dos seus amigos
Futura Press
Martínez foi recebido bem no elenco corintiano. O reserva Denner é um dos seus amigos

"Todos têm responsabilidade de atacar e defender. Seria preocupante se a equipe não marcasse. O importante é marcar, seja atacante, volante ou defensor. Sendo o Paulinho ou qualquer outro jogador, o importante é que o Corinthians siga fazendo gols", destacou.

A tendência é que Martínez vá ganhando oportunidades gradativamente. A próxima deve ser no domingo, diante do Coritiba, no Couto Pereira. Nesta sexta-feira, o técnico Tite ensaia a formação pela primeira vez e pode confirmar também o aproveitamento do argentino na reserva.

Por ora, segundo o próprio jogador, a titularidade não é motivo de preocupação. "Penso jogo por jogo. Agora só penso no Coritiba, em tentar ganhar como visitante para trazer os três pontos", arrematou o meia-atacante, que, aos poucos, também vai se arriscando com o idioma local.

"Estou tentando aprender português para falar na próxima vez que vier aqui (conceder entrevista). Até que fale bem, vou 'hablar' em espanhol", brincou, em legítimo portunhol.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.