Entrada de dinheiro poderia ajudar a investir no time, que perdeu o zagueiro Thiago Silva e o atacante Ibrahimovic

Presidente russo Vladimir Putin (E) quer negociar com o presidente do Milan
Getty Images
Presidente russo Vladimir Putin (E) quer negociar com o presidente do Milan

A companhia estatal de gás russa Gazprom negocia para adquirir até 30% das ações do Milan . O clube italiano não seria o primeiro parceiro. A Gazprom já patrocina o Zenit de São Petesburgo e o Schalke, da Alemanha.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

A Gazprom também é parceira do Chelsea e assinou um contrato de patrocínio com a Uefa para estampar sua marca na Liga dos Campeões.

“As portas estão abertas para todos aqueles que queiram ajudar a nossa equipe. Nós temos o Milan nos nossos corações e estamos sempre pensando no que é melhor para o clube”, disse Silvio Berlusconi, presidente do Milan.

Veja notícias do futebol internacional

O valor do acordo seria próximo dos 180 milhões de euros (R$ 450 milhões). A chegada de dinheiro externo ajudaria o Milan a investir em seu time. Recentemente o clube vendeu o zagueiro Thiago Silva e o atacante Ibrahimovic, sem fazer nenhuma grande reposição.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.