Zagueiro segue com dores na costela e foi atendido pelo departamento médico

Dores na costela incomodam o zagueiro Réver
Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro
Dores na costela incomodam o zagueiro Réver

O técnico Cuca comandou um coletivo nesta terça-feira, na Cidade do Galo, e o time do Atlético-MG que já estava praticamente definido para enfrentar o Coritiba , nesta quinta-feira, no Independência, ganhou uma dúvida de última hora: o zagueiro Réver deixou o treinamento mais cedo reclamando de dores na costela e foi atendido pelo médico Rodrigo Lasmar.

Leia também: Governo de MG confirma reinauguração do Mineirão em dezembro

Réver já havia sido poupado do jogo-treino contra o Villa Nova pelo mesmo motivo e agora passará por exames para avaliar se existe lesão e se ele terá condições de entrar em campo contra o Coxa. Se Réver ficar de fora do jogo, o substituto natural é Rafael Marques, que formaria a dupla de zagueiros com Leonardo Silva, que quer o Atlético-MG somando duas vitórias em casa, contra o Coritiba e Vasco.

"A responsabilidade aumenta. Neste momento, com dois jogos em casa, é importante somar pontos com vitórias, para criar uma ‘gordurinha’ e somar pontos. O Vasco e o Fluminense estão colados, mas Grêmio e Internacional também devem disputar diretamente conosco. O Grêmio está sempre entre os primeiros e o Inter também está chegando. Temos que trabalhar bem nestes confrontos", declarou.

Com a dúvida de Réver na defesa, o Atlético-MG teria contra os paranaenses a seguinte formação: Victor; Marcos Rocha, Rafael Marques (Réver), Leonardo Silva e Júnior César; Serginho, Leandro Donizete, Ronaldinho e Bernard; Guilherme e Jô. Pierre e Danilinho vão cumprir suspensão, sendo que o segundo ainda está lesionado.

Entre para a torcida virtual do Atlético-MG e comente a situação de Réver

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.