Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google

Presidente de time paraguaio denuncia tentativa de suborno na Sul-Americana

Homem foi preso acusado de oferecer R$ 200 mil para que o Tacuary perdesse para o Cobreloa

iG São Paulo | - Atualizada às

AP
Troncoso (esq) comemora seu gol pelo Cobreloa na partida de ida contra o Tacuary

Um homem chamado Diego Osorio foi preso em Assunção, no Paraguai, acusado de tentar subornar jogadores e dirigentes do Tacuary, que disputa com o Cobreloa, do Chile, uma vaga na segunda-fase da Copa Sul-Americana. O segundo jogo acontece nesta terça-feira em Calama, no Chile e a oferta era de que os paraguaios perdessem a partida.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Segundo o presidente do clube paraguaio, Francisco Ocampo, ele e os jogadores receberam uma proposta de suborno de R$ 200 mil para facilitar a vitória do time chileno. "A pessoa se apresentou e propôs pagar US$ 100 mil para que perdéssemos, e disse também que estava em contato com alguém do Cobreloa", disse Ocampo ao jornal La Nacíon .

Veja mais: Havelange e Teixeira receberam até R$ 43 milhões em suborno

Após ser interrogado, o suspeito disse que agia a pedido de um empresário chamado Oscar Sánchez. Raúl Román, capitão do Tacuary, confirmou a denúncia. De acordo com o jogador, duas pessoas teriam oferecido dinheiro ao zagueiro Gustavo Noguera para que facilitasse as coisas para a equipe chilena. Na primeira partida, no Paraguai, o Cobreloa venceu por 1 a 0.

Leia tudo sobre: Futebol MundialChileParaguaiSul-Americana 2012SubornoCobreloaTacuary

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG