Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Vasco e Corinthians fazem novo round da rivalidade recente entre as 2 equipes

Cariocas querem vencer para assumir liderança do Brasileirão. Já paulistas prometem manter ascensão após começo ruim

Hilton Mattos e Bruno Winckler - iG Rio de Janeiro e São Paulo |

O adiamento do jogo do Atlético-MG com o Flamengo, marcado inicialmente para sábado, foi muito bem visto no Vasco. Vice-líder do Campeonato Brasileiro, com 30 pontos, o time dirigido por Cristóvão Borges tem a chance de assumir a ponta da tabela, empurrando a pressão para os mineiros (32), que passariam a brigar pela primeira posição com a obrigação de ganhar – mesmo com uma partida a menos. A tarefa, no entanto, não é simples. O adversário cruzmaltino deste domingo é o Corinthians, que vem de boa ancensão.

Quem você acha que vence o clássico entre Vasco x Corinthians? Comente.

Hilton Mattos
Carlos Alberto concede entrevista na sala de imprensa do Vasco

A bola rola às 16h, em São Januário. Atual campeão da Libertadores, a equipe paulista perece ter encontrado o caminho das vitórias após um começo de competição de sucessivos tropeços. De olho na competição sul-americana, os corintianos acumularam seguidas derrotas. Hoje, porém, ocupam ali o meio da tabela, com 16 pontos.

Leia mais: Jonas chega ao Vasco falando em seleção brasileira

O clássico é marcado também pela rivalidade recente entre as duas equipes. Desde 2009, Vasco e Corinthians vêm protagonizando confrontos marcantes. A começar pela Copa do Brasil de três anos atrás – vencida pelos paulistas, que eliminaram os cariocas no meio do caminho. Em 2011, os dois brigaram até a última rodada pelo título brasileiro, mais uma vez vencido pelo Corinthians.

Veja também: Grupo Afro Reggae vai ter sua marca na camisa do Corinthians contra o Vasco

E este ano se enfrentaram pelas quartas de final da Libertadores. O time do Parque São Jorge não apenas tirou o Vasco do páreo como levantou o troféu. Com isso, quem for a São Januário vai testemunhar mais um jogo que promete fortes emoções.

“Acho que fizemos tudo certo contra eles na Libertadores Jogamos bem, tivemos volume de jogo. Faltou um detalhe, houve gol anulado (Alecsandro). Acho que temos condições, sim, de vencê-los, embora eu ache o Corinthians o time mais competitivo do futebol brasileiro. Os caras brigam o tempo topo como se fosse a última bola”, disse o meia Carlos Alberto.

Cristóvão terá uma zaga totalmente reserva. Sem Rodolfo (machucado), Dedé (suspenso) e Renato Silva (sem o contrato regularizado), o treinador vai de Douglas e Fabrício, que jamais atuaram juntos. No treino desta sexta-feira, ele fez questão de dar ênfase ao trabalho de posicionamento dos zagueiros.

“A confirmação sobre o Douglas será somente no sábado, mas estou otimista. Sabemos que existe o problema da falta de ritmo existe, mas todo se supera quando recebe uma oportunidade como essa. Foi assim com o Douglas, será assim com o Fabrício”, comentou o treinador.

Gazeta Press
Tite afirmou que time ainda pode brigar pelas primeiras posições depois de um péssimo início

No reencontro com o Vasco após os confrontos pela Libertadores, o Corinthians tenta manter a ascensão na tabela desde o título conquistado. A equipe saiu da zona do rebaixamento e já ocupa o 9º lugar. Uma vitória em São Januário (o que não acontece para o Corinthians desde 2006) não será suficiente para ganhar posições, mas mantém a equipe bem neste objetivo. Desde a conquista do cobiçado torneio sul-americano, o Corinthians soma sete jogos, com três vitórias, três empates e apenas uma derrota.

"Vamos continuar pensando no jogo a jogo, vencendo, para ver pelo que a gente vai brigar lá na frente", disse Tite, que ainda evita em falar no Mundial de Clubes de dezembro.

A boa posição do Vasco e a recente eliminação da equipe para o Corinthians fazem os corintianos acenderem o sinal de alerta. "Não será exatamente uma revanche, mas é claro que vão querer ganhar da gente de qualquer maneira. Além disso, brigam pelas primeiras posições, estão motivados, em São Januário a receptividade é complicada... Mas somos experientes e não vamos sentir a pressão", disse o zagueiro Paulo André, mais uma vez titular da equipe.

Ele jogará com Wallace repetindo a dupla titular do empate contra o Bahia há uma semana. Chicão continua fora. Outra baixa é Emerson Sheik, há uma semana sem treinar por conta de dores no tornozelo esquerdo. Romarinho deve ser mantido no time jogando com Jorge Henrique no ataque. Paolo Guerrero ainda não será titular, mas será opção no banco de reservas. Martínez, que poderia fazer sua estreia, está sem condições físicas e ficará em São Paulo. 

FICHA TÉCNICA - VASCO X CORINTHIANS

Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 5 de agosto de 2012, domingo

Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Paulo H. Godoy Bezerra (SC)
Auxiliares: Roberto Braatz (PR) e Carlos Berkenbrock (SC)

VASCO: Fernando Prass; Auremir, Douglas, Fabrício e William Matheus; Nilton, Wendel, Juninho Pernambucano e Carlos Alberto; Eder Luis e Alecsandro

Técnico: Cristovão Borges

CORINTHIANS: Cássio; Alessandro, Wallace, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Douglas e Danilo; Jorge Henrique e Romarinho

Técnico: Tite

Leia tudo sobre: vascocorinthiansBrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG