Time carioca já causou confusão no Palestra Itália em 2011 ao ser um dos pivôs da saída do atacante Kleber

O presidente do Palmeiras , Arnaldo Tirone, afastou no último sábado qualquer hipótese de negociar o meia Valdivia com o Flamengo , e ainda se mostrou incomodado com o assédio do clube carioca em cima do chileno. Apesar da indefinição sobre o futuro do jogador, o mandatário criticou a postura rubro-negra em manifestar interesse pelo camisa 10. "O Valdivia não quer jogar em outro time do Brasil que não seja o Palmeiras e ele nunca foi colocado à venda. Acho que o Flamengo, mais uma vez, avançou o sinal na hora errada", reclamou. "Isso já está encerrado, ele não sai", completou.

O Palmeiras deveria liberar Valdivia para o Flamengo? Opine!

Tirone não quer ver Valdivia em outro time brasileiro
Gazeta Press
Tirone não quer ver Valdivia em outro time brasileiro

No ano passado, o clube carioca se envolveu em polêmica com o time do Palestra Itália ao manifestar interesse pelo atacante Kleber, hoje no Grêmio. Apesar de ter recusado a oferta daquela ocasião, o Palmeiras não conseguiu segurar o  "Gladiador" por muito tempo, pois sua situação no clube ficou desgastada. Depois de uma discussão com o técnico Luiz Felipe Scolari, motivada pela briga do volante João Vítor com torcedores, o atacante acabou se transferindo para o clube gaúcho. Desta vez, o Palmeiras quer evitar que o Flamengo inicie uma nova confusão nos bastidores. Mesmo com a possibilidade de o clube de Patrícia Amorim oferecer um salário maior a Valdivia, Tirone afirma que vai segurá-lo no Palestra Itália mesmo sem reajuste.

VEJA:  Felipão admite “um pouco de pânico” com série de desfalques

"Isso não existe, ele tem um contrato. O Valdivia está satisfeito com o acordo que tem e que é muito bom para ele. Não vamos ter este tipo de conversa", assegurou. Em junho, os dois clubes protagonizaram outra discórdia, quando os rubro-negros acusaram os alviverdes de incitarem Ronaldinho Gaúcho a deixar a Gávea.

MAIS:  Palmeirenses sentem abalo no ambiente e preocupação com rebaixamento

Na época, a cúpula palmeirense negou qualquer participação na saída do ex-melhor do mundo, que acertou com o Atlético-MG. Apesar de voltar a bater de frente com o rival do Rio de Janeiro, Tirone nega que esteja irritado com a diretoria adversária: "Não, porque isso é coisa de empresário, que fica oferecendo o jogador para o Flamengo. Ele teve um problema e já quiseram oferecer lá. Não tenho nada contra eles, só acho que, às vezes, atuam no momento errado. Mas recebi o telefonema do Michel Levy e descartei na hora", avisou, citando o vice de finanças da Gávea.

LEIA:  Obina lamenta resultado negativo do Palmeiras e pede mais atenção

O que tornou a situação de Valdivia difícil no Palmeiras foi o sequestro relâmpago sofrido na capital paulista, em junho. No entanto, Tirone explicou que o atleta já dispensou o segurança particular disponibilizado pelo clube e acredita que o episódio está sendo superado.

Valdivia deve ficar no Palmeiras ou ir para o Fla? Discuta na Torcida Virtual do iG

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.