Tamanho do texto

Atacante não vestia a camisa do Vasco há cinco meses. Emocionado, agradece a confiança do técnico Cristóvão

O equatoriano Carlos Tenório parecia uma criança. Depois de cinco meses parado em razão de uma grave lesão no tendão de Aquiles, o atacante voltou a fazer uma partida oficial pelo Vasco. Ele substituiu Eder Luis no segundo tempo do empate em 0 a 0 com o Corinthians e correu tentando resolver sozinho o problema de finalização apresentado pela equipe.

Você gostou do empate com o Corinthians? Comente.

Em São Januário, Juninho Pernambucano faz o domínio observado pelo volante corintiano Ralf
Gazeta Press
Em São Januário, Juninho Pernambucano faz o domínio observado pelo volante corintiano Ralf

Mal entrou em campo, o jogador arriscou um chute de fora da área e depois chegou trombando com os zagueiros corintianos na esperança de romper a defesa adversária e balançar a rede – o que não acontece desde 3 de março, curiosamente, quando se machucou na vitória de 2 a 0 sobre o Olaria.

Leia mais:  No aguardado reencontro, Vasco e Corinthians empatam em 0 a 0

Tenório agradeceu a confiança do técnico Cristóvão Borges, que acreditou nele mesmo tendo realizado apenas um treino coletivo durante a semana.

“Da minha parte, sabia que estava tranquilo. Estou recuperado, treinei bem e o treinador acreditou em mim. Agradeço. Sabíamos que seria um jogo difícil, o Corinthians é uma equipe forte e não encontraríamos facilidade”, disse o atacante, completando:

“Com o tempo, vou ganhar ritmo e condicionamento. Acredita que fazendo mais duas ou três partidas, eu estarei bem fisicamente”.