Campeão do mundo em 2002, treinador vê colega em bom caminho até a Copa de 2014

Felipão elogia trabalho de Mano Menezes
Futura Press
Felipão elogia trabalho de Mano Menezes

Último técnico a conquistar uma Copa do Mundo pelo Brasil, Luiz Felipe Scolari saiu em defesa do atual treinador da seleção brasileira , Mano Menezes. Além de afirmar que não tem interesse neste momento de reassumir o cargo, o pentacampeão reclamou da cobrança que Mano vem sofrendo à frente da equipe verde-amarela.

Leia mais notícias sobre a seleção brasileira

"O Mano sofre pressão boba e absurda, porque, quando assumiu, estava com o propósito de montar a Seleção para a Olimpíada e também para 2014. Por isso, tem de realizar diversas etapas para chegar à Copa com todas as observações", afirmou o técnico, durante gravação no programa Altas Horas , da TV Globo .

Fábio Santos sugere seu nome e de companheiros para a seleção

Mano Menezes foi contratado pelo ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Ricardo Teixeira, e sofreu contestação depois da eliminação nas quartas de final da Copa América do ano passado, mas Felipão adverte que o mais importante é a preparação para o Mundial.

Mano convoca Ramires, Paulinho, Dedé e olímpicos para amistoso contra a Suécia

"Ganhando ou perdendo, as etapas foram projetadas quando ele assumiu e vem cumprindo. Pressionar o Mano para ganhar Olimpíadas ou Copa América não muda em nada no cronograma de quando assumiu a Seleção", afirmou.

O Brasil apresenta 100% de aproveitamento até agora nos Jogos de Londres, pois venceu Egito, Bielo-Rússia e Nova Zelândia. Mais uma vez, Felipão negou que tenha o desejo de assumir agora a Seleção, mas reconheceu que pode dirigir outro País na Copa de 2014.

"Não tenho interesse e meu trabalho não é voltado para que assumir seleção A, B ou C. Trabalho para meu time atual, que é o Palmeiras. Não sei o que vai acontecer depois e nem se um dia voltarei à Seleção Brasileira, portuguesa ou se assumirei a do Kuait", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.