Marcelo Mingone, presidente do clube campineiro, afirmou que azar trouxe série de lesões que prejudicaram o time na série B

Agência Estado

Após o vice-campeonato paulista, o Guarani entrou na série B do Campeonato Brasileiro como um dos favoritos ao acesso, mas teve um início bem abaixo do esperado e está próximo da zona de rebaixamento. O presidente Marcelo Mingone justificou os recentes maus resultados com a falta de sorte.

Time de Campinas não conseguiu repetir bom desempenho que o levou à decisão do Paulista
AE
Time de Campinas não conseguiu repetir bom desempenho que o levou à decisão do Paulista

Deixe sua mensagem e comente a notícia com outros torcedores

De acordo com mandatário alviverde, o clube não vem tendo a mesma sorte que teve no Paulistão, quando o técnico Osvaldo Alvarez pôde repetir várias vezes a escalação. Na Série B, os jogadores bugrinos estão se lesionando com frequência.

"O que vem acontecendo é que nós não estamos com a sorte que tivemos no Campeonato Paulista. O Guarani é um clube que não é igual a São Paulo, Palmeiras e Corinthians, que tem três jogadores de nível em cada posição. Tem que ter paciência. Nós acreditamos bastante nesse elenco", destacou Mingone.

Após a derrota para o Criciúma, por 2 a 1 , o time campineiro perdeu a chance de emplacar duas vitórias seguidas na Série B e estacionou nos 15 pontos, aparecendo em 15.º lugar. O próximo adversário é o Guaratinguetá, no sábado, em casa, pela 15.ª rodada.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.