Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Plano de SP para Copa 2014 privilegia transporte público e quer evitar carros

Itaquerão, estádio da abertura do Mundial, não deverá ter incentivos para a construção de estacionamentos

iG São Paulo | - Atualizada às

O Plano de Mobilidade de São Paulo para a Copa do Mundo de 2014, que será divulgado em outubro deste ano, prevê que 80% dos deslocamentos de espectadores para os jogos do torneio seja feito por transporte público. A região do Itaquerão, futuro estádio do Corinthians, em que será realizado o duelo de abertura do Mundial, não deverá ter incentivos para a construção de estacionamentos.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros internautas

"O torcedor não será incentivado a ir de carro. Não haverá estacionamentos na região, somente carros credenciados poderão ir ao estádio", afirmou a coordenadora executiva do Comitê Paulista da Copa, Raquel Verdanacci. Ela ressaltou que as redes do metrô e da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) que atendem a região do Itaquerão, na zona leste de São Paulo, são suficientes para a demanda determinada pela Fifa (Federeção Internacional de Futebol e Associados) para o Mundial.

VEJA: Visando Copa 2014, presidente da Fifa se reunirá com Lula no Brasil

Divulgação/Odebrecht
Itaquerão, o estádio da abertura da Copa 2014

"As condições mínimas determinadas pela federação, que é a de ter um sistema de transporte que leve ao menos 50 mil passageiros por hora em um sentido, já estão atingidas com o metrô e a CPTM, que atingem a marca de cerca de 100 mil passageiros por hora no sentido", disse Raquel Verdanacci.

MAIS: Aldo diz que Rio 2016 e Copa 2014 impulsionarão Brasil

Assim mesmo, a coordenadora revelou que estão sendo feitos testes para assegurar que não haverá sobrecarga do sistema em dias de jogos, além de melhoras nas instalações das linhas. Ela citou três áreas onde serão feitas intervenções nos transportes públicos: "Aquisição de novos trens, sinalização e reforma das estações". Raquel Verdanacci contou, no entanto, que essas melhoras já eram planejadas desde antes da escolha do Brasil para a Copa. "Senão, não haveria tempo hábil (para as reformas)", justificou. A melhora na sinalização visa reduzir o tempo de espera entre trens e a reforma das estações busca dar mais comodidade aos usuários, destacou.

Atrasos
Apesar de ainda não terem engrenado, as obras viárias no entorno do Itaquerão, que preveem nova faixa de tráfego na avenida José Pinheiro Borges e dois viadutos entre Itaquera e Guaianases, além de ligações por túneis e canalização de córrego e outros, não estão atrasadas, defendeu Raquel Verdanacci. "Não vejo atrasos nas obras viárias ao redor do Itaquerão", disse. Segundo ela, as obras em execução nas imediações do estádio estão dentro do prazo. "A previsão de conclusão dessas obras é entre abril e maio de 2014. Não há atraso."

*com AE

Leia tudo sobre: Copa 2014CorinthiansItaquerão

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG