Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Muricy explica substituição de Victor Andrade e diz: 'Não sou burro'

Treinador foi vaiado por substituir o jovem atacante por Miralles no segundo tempo da vitória sobre a Ponte Preta na Vila Belmiro

iG São Paulo |

Muricy Ramalho apostou na experiência de Bill e na ousadia do jovem Victor Andrade, de 16 anos, para acabar com a apatia ofensiva do Santos. Apesar de nenhum dos dois terem marcado pra o time da Vila Belmiro, a nova promessa santista fez boa partida e agradou à torcida. Tanto é que, ao ser substituído por Miralles, aos 20' do segundo tempo, o jovem atacante foi bastante aplaudido, enquanto viu o treinador ser alvo das vaias por causa da mudança. Chamado de "burro" por alguns torcedores, Muricy teve que gesticular para as arquibancadas para explicar que a revelação tinha pedido para sair de campo.

O Santos ainda tem chance de brigar pelo título brasileiro? Deixe seu comentário!

Futura Press
Victor Andrade deu um belo passe de calcanhar para Bruno Peres abrir o placar para o Santos

"Eu pedi para sair porque estava sem fôlego e não conseguia mais acompanhar o lateral-direito da Ponte", explicou Victor Andrade. Após o jogo o técnico se defendeu: "Eu não sou burro. Tirei o garoto porque ele pediu para sair".

De bom humor após a vitória, o treinador até se divertiu com o episódio na entrevista coletiva após a vitória santista. "Se eu estivesse no estádio e o treinador fizesse uma ‘burrada’ dessas, era capaz que eu xingasse também.Talvez não (risos). Não sei. O problema é que o Victor fez um gesto pequeno e eu não sou malandro de pedir para ele cair no chão e mostrar que não dá mais. Porém, eu entendo os torcedores, porque eles não viram o gesto do menino", comentou.

Muricy se defendeu das críticas e fez questão de lembrar que o substituto de Victor Andrade foi o autor do gol que deu a vitória ao time da Vila Belmiro. "Se você pegar o meu currículo, vai ver que eu não sou tão burro assim. Um cara que é burro não ganha tantos títulos. Agora, eu fui xingado porque troquei o cara, só que o Miralles entrou e fez o gol. Isso quer dizer que eu não sou tão burro assim", encerrou, arrancando risos dos jornalistas presentes.

Apesar da boa partida de Victor, quem acabou com jejum de 384 minutos sem gols foi o novo dono da lateral-direita santista, Bruno Peres. O defensor foi o responsável pelo gol que abriu a vitória por 2 a 1 sobre a Ponte Preta, neste domingo, na Vila Belmiro.

Leia mais:  Santos bate a Ponte Preta com gol no fim e deixa a zona de rebaixamento

"O professor me pediu para atacar um pouco mais e eu obedeci. Apoiar é o meu forte e graças a Deus fiz o gol. E, por coincidência, foi contra o maior rival do Guarani, onde joguei até outro dia", disse o novo titular da lateral-direita.

Com as contusões de Galhardo (quebrou um dedo do pé esquerdo) e Fucile (passará por cirurgia), Bruno Peres, contratado por empréstimo para completar o grupo, se firmou na lateral-direita, resolvendo um dos muitos problemas que Muricy passou a enfrentar após a eliminação na Libertadores da América.

Considerado o sucessor de Neymar, Victor Andrade comemorou o gol de Bruno Peres como se ele tivesse sido o autor. "Fiquei feliz por ter feito a assistência", disse o atacante de apenas 16 anos. "Tenho procurado ajudar o time a sair dessa situação difícil me movimentando sem parar. Sempre que surge uma oportunidade, vou para dentro, como Robinho e Neymar".

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG