Volante Hedwiges Maduro teve que abandonar a pré-temporada do clube espanhol após ter anomalia detectada

O volante holandês Hedwiges Maduro , ex-Ajax e Valencia-ESP, se viu obrigado a interromper sua participação na pré-temporada de seu clube, o  Sevilla , da Espanha, depois de ter detectada uma anomalia cardíaca através de exames realizados pelos médicos do clube espanhol.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros internautas

Maduro pode ter que encerrar a carreira no futebol
Getty Images
Maduro pode ter que encerrar a carreira no futebol

"Os médicos do Sevilla informam que o jogador Hedwiges Maduro teve detectada nos últimos dias uma anomalia congênita que afeta seu coração. É um achado acidental efetuado no decurso de uma exploração complementar, que não seria detectado em exames convencionais", informou o clube espanhol em comunicado.

"Por este motivo, (Maduro) está sendo submetido a novos e abrangentes testes de diagnóstico para avaliar a extensão da alteração e as possibilidades terapêuticas", completa a nota, na qual o Sevilla ainda diz que não dará maiores informações enquanto a situação não estiver mais clara. Se o problema for grave, porém, Maduro deve ser forçado a encerrar a carreira de atleta profissional para não correr risco de morrer em campo.

O volante de 27 anos foi contratado no mês passado pela equipe de Sevilla, depois de não ter aceitado a proposta de renovação de contrato do Valencia, equipe que defendeu por quato anos e meio.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.