Tamanho do texto

Ex-presidente da República pedirá para ter maior participação na organização do Mundial

O presidente da Fifa (Federação Internacional de Futebol e Associados), Joseph Blatter, visitará o Brasil em novembro para discutir os preparativos para a Copa do Mundo de 2014 , disse o presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT). Segundo ele, as discussões incluirão até mesmo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Lula deve ter participação na organização da Copa 2014? Opine!

Encontro entre Lula e Blatter já tem data marcada
Getty Images
Encontro entre Lula e Blatter já tem data marcada

O líder da Câmara, que esteve com Blatter neste sábado, em Londres, contou que Lula se encontrará com o dirigente da Fifa no Brasil para que tenha maior participação nas preparações do Mundial de 2014. Ele afirmou que a iniciativa de incluir Lula partiu do secretário-geral da Fifa, Jérome Valcke. "Lula foi o articulador da Copa no Brasil", ressaltou Maia.

VEJA: Presidente da Fifa cobra Dilma por atrasos para a Copa 2014

De acordo com o deputado, eles também conversaram sobre as eleições municipais em outubro. "Existe uma preocupação normal sobre os desdobramentos das eleições nas cidades-sede da Copa", disse Maia, lembrando que o processo eleitoral poderia afetar os acordos já fechados para a realização do evento.

MAIS:  Valcke prevê agosto "agitado" em preparação do Brasil para a Copa 2014

Maia negou, entretanto, que a Fifa tenha preocupações com atrasos das obras no Brasil. Porém, na manhã da última quinta-feira, Blatter se reuniu com a presidente Dilma Roussef. O mandatário da Fifa voltou a cobrar a presidente do Brasil pelos atrasos nas construções para a Copa do Mundo de 2014 .

LEIA:  Ministro vê obras de infraestrutura de quatro sedes da Copa 2014 "no vermelho"

No encontro, Blatter deixou claro que existem cidades que estão em nível de atraso perigoso na preparação para o Mundial de 2014. Assim, pediu para que o processo de preparação seja acelerado, mesmo que tenha feitos elogios ao compromisso do governo com a organização do torneio.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.