Assediado pelo Santos, atacante ficou no futebol italiano após as vendar de Ibrahimovic e Thiago Silva

O Santos já havia dito que suas tentativas de repatriar Robinho não deram resultado , mas neste sábado o atacante encerrou de vez o assunto. Em entrevista ao jornal italiano “Corriere Dello Sport”, o jogador afirmou que não pensa em deixar o Milan  no momento e descartou voltar ao futebol brasileiro nesta temporada.

Robinho faz bem em ficar no Milan ou deveria voltar para o Santos? Opine!

Assediado pelo Santos, Robinho fica no Milan
Getty Images
Assediado pelo Santos, Robinho fica no Milan

"O Santos fez muito para me levar de volta ao Brasil, mas ainda não é hora de retornar. Tenho muito ainda a conquistar aqui no Milan. Marquei 14 gols na minha primeira temporada, e agora estou pronto para chegar aos dois dígitos novamente", disse Robinho que na última sexta-feira perdeu voo do Milan para os Estados Unidos por conta de problemas no passaporte.

VEJA:  Santos revela tentativa frustrada de repatriar Diego e Robinho

O brasileiro também afirmou que a saída da dupla Thiago Silva e Ibrahimovic para o Paris Saint-Germain, da França, será sentida pelo time italiano. No entanto, ele acredita que o Milan ainda possa repor as duas perdas com boas contratações até o fim da janela de transferências.

MAIS:  Problema em passaporte deixa Robinho fora de amistoso do Milan nos EUA

"O time vai ser diferente, mas não mais fraco. Somos um clube grande e a janela (de contratações) ainda vai ficar aberta por um bom tempo", afirmou Robinho, para em seguida defender o também brasileiro Alexandre Pato como substituto imediato de Ibrahimovic: "Acho que ele merece ser o atacante principal. Acredito que ele possa fazer muitos gols. É forte, rápido e jovem. É um grande atacante", elogiou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.