Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Após derrota, Mourinho mostra preocupação com a situação de Kaká

Técnico do Real Madrid vê indefinição sobre futuro do jogador brasileiro como prejudicial para o aspecto psicológico. Milan negocia para contratá-lo

EFE |

EFE

AP
Kaká, com a camisa 8, cumprimenta Callejon

Na entrevista coletiva após o Real Madrid ser goleado por 5 a 2 pelo Benfica, em Lisboa, nesta sexta-feira, o português José Mourinho demonstrou preocupação com o futuro do meia Kaká. O jogador, que está na mira do Milan, entrou em campo, mas teve atuação discreta. Mourinho reconheceu que "não é bom" para Kaká, do ponto de vista psicológico a incerteza sobre seu futuro, mas insistiu que, caso o brasileiro permaneça no Real, vai tirar "o melhor dele".

Comente esta notícia e deixe seu recado para outros torcedores

Mourinho minimizou a goleada sofrida por sua equipe diante do Benfica, e argumentou que dos 19 títulos que ganhou, nenhum foi em pré-temporada.

"Se foi um desastre para os espanhóis e uma festa para os portugueses, é problema de vocês. Para mim já são muitos anos de experiência e, dos 19 títulos que ganhei, nenhum foi em pré-temporada", declarou em entrevista coletiva.

Leia ainda: Milan admite negociação por Kaká e dirigente diz que vai fazer o possível

Mourinho comentou que a partida "foi uma boa experiência para os garotos" e destacou que a parte defensiva foi a que registrou "mais desequilíbrios". "Os jovens responderam bem, sabíamos que íamos sofrer mais que o normal (...) A pré-temporada começa amanhã para nós", disse o técnico, confirmando que os novatos Jesé, Álex e Nacho viajarão para Los Angeles para substituir alguns desfalques, como o do brasileiro Marcelo. O jogo de hoje "também foi importante para todos os iluminados que pensam que todos (os jovens) estão preparados para jogar no time principal", acrescentou. "Viemos aqui porque tínhamos um contrato a cumprir, do contrário haveria penalização econômica", completou.

Leia tudo sobre: Real MadridKakáJosé MourinhoEspanhamercado da bolafutebol mundialmilanitália

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG