Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Galliani admite que negociação para Kaká retornar ao Milan é difícil

Dirigente do Milan espera que amor do jogador pelo time italiano facilite as negociações, que emperram em questões financeiras

Gazeta |

AP
Kaká, com a camisa 8, cumprimenta Callejon

O meia Kaká segue na mira do Milan, mas a permanência no Real Madrid parece cada vez mais provável. Adriano Galliani, diretor-executivo do time italiano, afirmou que a negociação é muito complicada.

"É uma negociação difícil, mas continuaremos tentando. Existem muitos elementos que a deixam mais impossível do que real, mas como em todo amor, sempre pode ter uma surpresa. Veremos", declarou o diretor.

Comente esta notícia e deixe seu recado para outros torcedores

Galliani baseou o pessimismo na diferença na tributação de salário dos jogadores entre a Espanha e a Itália. "A parte mais difícil como sempre é o dinheiro. O salário dele não está ao alcance do Milan, já que os impostos na Espanha são muito diferentes. Estamos interessados e faremos tudo que for possível, mas sem ilusões", explicou.

Kaká voltou a jogar pelo Real Madrid nesta sexta-feira, tendo atuação apagada na derrota por 5 a 2 para o Benfica. O técnico José Mourinho, porém, deixou no ar o futuro do atleta e admitiu que ele pode seguir na equipe.

Leia ainda: Mourinho mostra preocupação com a atual situação de Kaká

Para tentar trazer o brasileiro de volta ao time onde atuou entre 2003 e 2009, se sagrando melhor do mundo em 2007, a diretoria do Milan propõe ao Real Madrid um empréstimo gratuito, com o clube italiano pagando metade dos salários. A negociação pode ser definida no dia 8 de agosto, quando Galliani e Florentino Pérez, presidente do Real, se encontrarão em Nova York.

Leia tudo sobre: KakáMilanItáliaReal MadridEspanhafutebol mundialmercado da bola

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG