Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Dorival pede reforços e diz que Fla irá 'oscilar muito' no Brasileirão

Treinador acha que time precisa de contratações e pede paciência ao torcedor na temporada

iG Rio de Janeiro | - Atualizada às

A primeira impressão do técnico Dorival Junior no comando do Flamengo escancarou uma realidade aparentemente óbvia da equipe carioca: a necessidade de reforços. Após o empate de 0 a 0 com a Portuguesa na noite desta quinta-feira, o novo comandante admitiu que o elenco precisa ser qualificado, disse que a torcida precisa ter paciência neste momento e que o time irá 'oscilar muito' durante o Campeonato Brasileiro.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Acredito muito no potencial desse time, mas logicamente teremos que melhorar, teremos que trazer mais elementos. Não podemos contar histórias para o torcedor, temos que agir com clareza. A equipe precisa de mais peças que venham qualificar. É um bom grupo, mas que vive um momento de transição. O torcedor vai ter que tentar entender as oscilações", disse Dorival Junior, que ficou no banco de reservas, mesmo tendo conhecido o grupo hoje.

Leia mais: Flamengo só empata com a Portuguesa na estreia de Dorival Junior

Apesar de pedir contratações para a diretoria, o treinador admite que as opções são limitadas, já que a janela internacional se fechou e muitos jogadores já realizaram sete partidas no Campeonato Brasileiro, impedindo uma transição para outro clube da série A.

Veja a classificação e os próximos jogos do Campeonato Brasileiro

"Sei que é um momento difícil para buscar contratações. Ficamos sem a opção dos jogadores internacionais. Agora só os jogadores que não tenham atuado em sete jogos no Brasileiro ou os que estejam se destacando na série B, mas vamos buscar. Vamos oscilar muito no campeonato.Sei que é difícil, mas o torcedor terá que ter paciência", completou Dorival, que fez questão de elogiar o gerente de futebol do Flamengo, Zinho.

Veja mais: Estrangeiros no futebol brasileiro crescem 66% em menos de um ano

"Poucas pessoas conhecem o caráter, a dignidade, dessa pessoa que está no futebol do Flamengo (Zinho). Uma pessoa que merece todo crédito possível, aprendi muito mais com ele do que com outros profissionais mais experientes e vividos. Sempre citei como exemplo, é sério e comprometido com o trabalho. Objetivo único de tentar mudar alguma coisa combatida errada num grande clube como o Flamengo", encerrou.

Ajude o time do Flamengo a subir no ranking da Torcida Virtual

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG