Técnico Antonio Conte, atualmente na Juventus, poderia ser condenado a até um ano de prisão

EFE

Antonio Conte comanda atualmente a Juventus
Getty Images
Antonio Conte comanda atualmente a Juventus

O técnico da Juventus, Antonio Conte, e jogadores com passagem pela seleção italiana, como Leonardo Bonucci e Simone Pepe, serão julgados pelo Tribunal da Federação Itália de Futebol pela suposta combinação de resultados e fraude em apostas esportivas. A Promotoria da entidade divulgou nesta sexta-feira o processo esportivo contra 13 clubes e 44 envolvidos no escândalo.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

No caso de Conte, o treinador será processado sob a acusação de omissão, quando comandava o Siena. Entre os clubes que enfrentarão o processo estão o próprio Siena, Bologna, ambos da primeira divisão, além de Bari, Lecce e Grosseto. As suspeitas sobre Conte, incluídas nas investigações da promotoria de Cremona, são de que ele sabia de arranjos de resultados em duelos que o Siena disputaria contra o Novara e o Albinoleffe, na temporada 2010-2011, pela segunda divisão do Campeonato Italiano.

Leia: Adversário do Corinthians no Mundial, Chelsea perde para combinado dos EUA

A denúncia contra o atual técnico da Juventus foi lançada por Filippo Carobbio, que era treinado por Conte na ocasião. Durante depoimento, ele afirmou que o treinador sabia da combinação, embora outros atletas terem negado que ele soubesse de algo. Após saber que era investigado, Conte afirmou que era inocente de qualquer ocasião, ressaltando que o acesso do Siena naquele ano, foi conquistado de "forma limpa".

E ainda: Atlético de Madri perde amistoso para o Celta

A imprensa italiana aponta que, se considerado culpado, o atual campeão italiano pode ser condenado de seis meses a um ano de prisão. No caso de Leonardo Bonucci, a acusação se refere a quando atuava no Bari, por suposta combinação de resultado em partida contra a Udinese, no dia 9 de maio de 2010, pela primeira divisão italiana.

Veja mais notícias do futebol internacional

O caso de Simone Pepe, se refere a sua passagem pelo Udinese. Contra ele, também pesam acusações de omissão, justamente na partida contra o Bari, de 2010. Na lista de jogadores acusados também estão o atacante Marco di Vaio, que nesta temporada deixou o Bologna para atuar pelo Montreal Impact, da liga profissional americana, o zagueiro do Bologna Daniele Portanova e o ex-jogador do Bari, Marco Rossi, entre outros. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.