Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Tribunal do esporte ameniza punições a clube egípicio por massacre em Port Said

Al Masry teve revista suspensão de torneios, mas seguirá jogando com portões fechados

iG São Paulo |

A CAS (Corte Arbitral do Esporte) amenizou nesta quinta-feira a punição aplicada pela Federação Egípcia de Futebol ao Al Masry por conta de incidentes que causaram a morte de 70 mortos num jogo pelo Campeonato Egípcio em Port Said, em fevereiro.

Veja também: Tragédia no Egito foi uma das piores da história. Relembre

O Al Masry foi responsabilizado pelo comportamento de sua torcida, que invadiu o campo, cruzou todo o gramado e partiu para cima dos fãs do Al Ahly. A Federação Egípcia havia suspendido o Al Masry de participar da edição 2012/2013 do campeonato local, e determinado que ele voltasse na segunda divisão em 2013/2014. Além disso, a equipe foi obrigada a jogar com portões fechados quando mandante, e sem ingressos para sua torcida nos jogos de fora de casa.

Nesta quinta, a CAS reviu as punições da entidade local. Permitiu a participação do Al Masry no campeonato de 2012/2013 e o acesso de sua torcida nas partidas como visitante. A única sanção mantida foi a proibição da equipe jogar diante de seu público pelos próximos quatro anos.

AFP
Após incidente, jogador do Al Ahly Abu Trika anunciou que abandonaria o futebol

Leia tudo sobre: egitoport saidal masryal ahlymassacre

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG