Tamanho do texto

Joseph Blatter diz que várias cidades-sede do Mundial estão com obras "no vermelho"

Papo de carlotas: em Londres, Joseph Blatter (dir) conversa com o presidente do COI, Jacques Rogge
EFE
Papo de carlotas: em Londres, Joseph Blatter (dir) conversa com o presidente do COI, Jacques Rogge

Presentes em Londres para acompanhar os Jogos Olímpicos e também para outros compromissos de suas agendas, o presidente da Fifa (Federação Internacional de Futebol e Associados), Joseph Blatter, e a presidenta do Brasil, Dilma Rousseff, se reuniram na manhã desta quinta-feira, em um hotel da capital inglesa, onde o dirigente suí;o voltou a cobrar a brasileira pelos atrasos nas obras para a Copa do Mundo de 2014 .

Você acha que o Brasil organizará uma boa Copa do Mundo? Opine!

No encontro com Dilma, o presidente da entidade que controla o futebol mundial deixou claro que existem cidades que ainda estão em uma situação "vermelha", conforme classificou para medir o nível de atraso de suas respectivas obras para o Mundial.

VEJA:  Crise global não afetará Copa do Mundo de 2014, diz ministro do Esporte

Blatter se reuniu por 30 minutos em Londres com a presidente, indicando que, apesar de fazer elogios sobre o compromisso do governo, chegou a hora de acelerar o processo de preparação. "Falamos sobre os atrasos", resumiu o dirigente, ao dizer sobre o teor da conversa com Dilma.

Joseph Blatter e Dilma Rousseff discutiram os atrasos nas obras brasileiras para a Copa do Mundo de 2014
Getty Images
Joseph Blatter e Dilma Rousseff discutiram os atrasos nas obras brasileiras para a Copa do Mundo de 2014

O cartola suíço disse estar confiante na capacidade do pais de assegurar que as obras estejam concluídas dentro dos prazos necessários, mas insistiu que não há mais tempo a perder. "O Brasil precisa fazer uma grande Copa", destacou.

MAIS:  Ministro vê obras de infraestrutura de quatro sedes da Copa 2014 "no vermelho"

Já o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, classificou a reunião entre Dilma e Blatter em Londres como "muito construtiva" e ressaltou que o presidente da Fifa demonstrou satisfação com o envolvimento do governo brasileiro neste processo. Rebelo faz parte da comitiva do governo federal na capital inglesa.