Atacante do São Paulo teria xingado e ameaçado árbitro na partida contra o Atlético-MG

A lesão na coxa esquerda e as críticas do torcedor são-paulino não são os únicos problemas enfrentados por Luis Fabiano nesta etapa de sua carreira. O jogador viu a procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) ganhar um recurso nos tribunais e reabrir o caso envolvendo os xingamentos ao árbitro Elmo Alves Resende Cunha. O atleta precisará se defender novamente nesta quinta-feira para evitar uma punição que pode chegar a até 12 jogos de suspensão.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Luis Fabiano havia se safado de uma pena maior e recebido dois jogos de gancho no primeiro julgamento realizado pelo STJD. No entanto, os procuradores acharam que a pena aplicada ao caso era digna de uma punição maior e conseguiram recolocar o jogador no banco dos réus. O caso será revisto pelo tribunal às 14 horas (de Brasília) desta quinta-feira.

Leia mais: Inter oficializa venda de Oscar ao Chelsea

Luis Fabiano também fui punido pela diretoria por expulsão
Gazeta Press
Luis Fabiano também fui punido pela diretoria por expulsão

O imbróglio envolvendo o atacante teve início após o jogador receber o cartão vermelho na partida contra o Atlético-MG . "Seu filho da p.., você é um v..., dá vontade de te meter soco na cara, vagabundo, te encher de pancada", disse o Fabuloso, segundo os relatos escritos pelo árbitro na súmula oficial do duelo.

Veja mais: São Paulo encara o lanterna Atlético-GO de olho no G-4

Punido pela diretoria com uma porcentagem de seu salário, Luis Fabiano se retratou após o incidente e minimizou o mal estar gerado com a diretoria do clube. Caso seja absolvido novamente e não sinta mais qualquer dor na coxa, o centroavante poderá entrar em campo no próximo domingo, contra o Flamengo , no Morumbi. Já o São Paulo voltará a jogar nesta quarta-feira, contra o Atlético-GO , no Serra Dourada.

Ajude o São Paulo a aumentar sua Torcida Virtual do iG Esporte

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.