Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Jorge Vieira, ex-técnico de Palmeiras e Corinthians, morre aos 78 anos

Técnico também ficou famoso por lapidar o jovem Sócrates em seus tempos de Botafogo-SP

iG São Paulo | - Atualizada às

O ex-técnico Jorge Vieira, de 78 anos, morreu na noite de terça-feira no Rio de Janeiro. Ele estava internado no Hospital Prontocor, no bairro de Botafogo, onde sofreu um infarto. O enterro está marcado para as 11h (horário de Brasília) desta quarta-feira, no Cemitério São João Batista.

Deixe sua mensagem de apoio à família de Jorge Vieira

Agência O Globo
Jorge Vieira sofreu infarto e não resistiu

Em quase 30 anos de carreira, Vieira teve uma trajetória marcada pelo comando de grandes clubes e conquistas inesperadas no banco de reservas. Seu primeiro título foi o Campeonato Carioca de 1960, quando tinha apenas 26 anos, conquistado pelo América-RJ, clube do qual era torcedor fanático. Em 1977, formou um grande time no Botafogo-SP e lapidou o então jovem meia Sócrates, que viria a se tornar um dos maiores jogadores da história do futebol brasileiro. No ano seguinte, levou o Palmeiras ao vice-campeonato brasileiro, perdendo a final para o Guarani.

Nos anos seguintes, viveria a melhor fase de sua carreira. No Corinthians, venceu o Campeonato Paulista duas vezes: em 1979 e em 1983, no início da Democracia Corintiana. Ao todo, comandou o time alvinegro em 147 partidas, se tornando o oitavo treinador que mais tempo ficou no clube. Ainda na década de 80, veio mais uma conquista surpreendente: classificou a seleção do Iraque à Copa do Mundo de 1986. No entanto, não teve a oportunidade de dirigir a equipe na competição.

Por fim, treinou clubes como Vasco, Bahia, Vitória e Fluminense, onde encerrou a carreira em 1996. Como jogador, defendeu o Madureira e o América-MEX, se tornando bicampeão mexicano.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG