Tamanho do texto

Treinador evitou polêmicas e desejou sorte para o seu substituto, o ex-diretor técnico Fernandão

Dorival concedeu entrevista coletiva sobre a demissão
Divulgação
Dorival concedeu entrevista coletiva sobre a demissão

O técnico Dorival Júnior falou em entrevista coletiva no fim da tarde desta sexta-feira sobre sua demissão do Inter . Justificou a falta de rendimento do time nos últimos jogos pelos desfalques:

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

“Conjunto não se encontra em supermercado, infelizmente foi o que aconteceu. As lesões comprometeram o nosso rendimento. Se pegarmos as 10 escalações do Brasileiro, mudamos o time sempre pelos desfalques. Não é uma justificativa, mas uma constatação”, disse.

Ele já tinha  falado com exclusividade ao iG sobre a saída . Não havia polemizado sobre a demissão. Fez o mesmo na entrevista coletiva.

Leia: Volante Ygor é a novidade no primeiro time de Fernandão

“É natural que a demissão foi a uma surpresa. Acompanhávamos, tínhamos reuniões e em nenhum momento percebi uma situação desconfortável. Sei que o comportamento da torcida não era o que gostaríamos, mas isso seria resolvido dentro de campo”, comentou.

Após 11 meses no cargo, acabou substituído por seu ‘chefe’ . Fernandão deixa o cargo de diretor técnico e já treina o Inter nesta sexta-feira .

 Acompanhe o Brasileirão em tempo real e com estatísticas no aplicativo iG Futebol

“Espero que ele seja feliz no comando do time, que faça um grande trabalho. Prefiro não falar nada, não faço mais parte do Internacional. Fica um carinho especial pelo clube. Acharam por bem uma alteração, respeito. É a falta de cultura do futebol”, finalizou.

Entre para a torcida virtual do Inter e ajude seu time a subir no ranking: