Tamanho do texto

Apesar do resultado positivo dentro de casa, time goiano permanece na última posição do Brasileirão

Em partida disputada entre duas equipes que ocupam a parte de baixo da tabela, Atlético-GO conquistou sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro nesta quinta-feira. Jogando dentro de casa, no estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO), a equipe goiana ganhou do Figueirense por 3 a 2, em jogo com três gols de pênalti.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Goleiro Márcio comemora gol marcado pelo Atlético-GO
Futura Press
Goleiro Márcio comemora gol marcado pelo Atlético-GO

O Figueirense foi quem saiu na frente, com gol de Caio, aos 22 minutos da etapa inicial, em cobrança de penalidade máxima. O Atlético-GO virou o jogo, com Márcio, aos 37, também de pênalti, e Felipe, aos 14 do segundo tempo. Caio apareceu novamente e, aos 16 da etapa final, novamente em cobrança de pênalti e empatou o jogo. Mas Joilson fez o gol da vitória do Atlético.

Acompanhe o Brasileirão em tempo real e com estatísticas no aplicativo iG Futebol

Desta forma, o Atlético-GO vence a primeira em dez partidas disputadas no Campeonato Brasileiro, subindo para cinco pontos (uma vitória, dois empates e sete derrotas), mas segue na lanterna. Já o Figueirense entra na zona de rebaixamento, com oito pontos (uma vitória, cinco empates e quatro derrotas).

Veja como está a classificação do Campeonato Brasileiro

No próximo domingo, às 16h, o Atlético-GO viaja para Porto Alegre onde enfrenta o Internacional, no estádio Beira Rio. No mesmo horário, o Figueirense recebe o São Paulo, no Orlando Scarpelli, buscando se afastar das últimas posições da tabela.

O jogo

A partida não teve muitos lances de perigo nos instantes iniciais. Jogando em casa, o Atlético-GO se mantinha mais com a posse da bola, mas o Figueirense chegava ao ataque de forma mais contundente.

Aos cinco minutos de confronto, Eron fez tabela com Felipe, em jogada pelo meio da área, mas a zaga do Figueirense evitou o lance de perigo do time da casa.

Veja fotos da rodada do Brasileirão

Aos 12, Bida arriscou o arremate de fora da área, mas a bola desviou e foi pela linha de fundo. Os mandantes ensaiavam uma pressão sobre a equipe de Santa Catarina. Quatro minutos mais tarde, outra chance para o Atlético. Vanderlei recebeu na entrada da área e chutou de perna esquerda, mas a bola foi longe, por cima do gol.

Wesley sofreu falta de Pablo, quando o relógio marcava 18 minutos. O goleiro Wilson, cobrador oficial da equipe de Goiânia, bateu colocado, no ângulo esquerdo de Wilson, que fez grande intervenção e evitou que o placar saísse do zero.

Até que aos 22 minutos de jogo, a equipe catarinense teve boa ação ofensiva. Caio recebeu passe e, ao tentar driblar o goleiro Márcio, foi derrubado: pênalti para o Figueira. O mesmo jogador que sofreu a penalidade máxima cobrou rasteiro no canto esquerdo, sem nenhuma chance para o goleiro, e abriu o placar no Serra Dourada. Caio, 1 a 0 Figueirense.

Aos 37 minutos, foi a vez do Atlético-GO ter um pênalti a seu favor. Fabiano Silva segurou Pituca após cobrança de escanteio. Como é habitual, o goleiro Márcio saiu de sua meta, se dirigiu até a marca da cobrança e bateu rasteiro, com perfeição. Wilson de um lado, bola do outro. 1 a 1 em Goiânia.

No último lance da primeira etapa, aos 46 minutos, Guilherme Santos recebeu lançamento e mandou por cobertura. A bola bateu no travessão e evitou que os visitantes fossem para os vestiários em vantagem.

Logo no primeiro minuto da segunda etapa, Felipe cobrou escanteio e Pituca, de cabeça, quase colocou os donos da casa em vantagem.

Aos 12, Almir bateu colocado da entrada da área e a bola passou muito perto da trave. Quase que o time catarinense volta a liderar o placar.

Aos 14 minutos, Pituca deu passe para Felipe, que cortou para o meio de bateu de esquerda, sem muita força. Porém, a bola desviou na zaga e tirou qualquer chance de reação do goleiro Wilson. Atlético-GO na frente do marcador: 2 a 1.

Mas a alegria do torcedor presente no Serra Dourada durou pouco. Aos 16 minutos, Caio foi segurado por Marcos na área. Mais um pênalti para o Figueirense. Ele mesmo se encarregou da cobrança e, batendo forte no meio do gol, fez o seu segundo no jogo e deixou tudo igual novamente: 2 a 2.

Aos 25, Joilson cortou para a esquerda e deu forte finalização, mandando a bola na trave.

Márcio teve que aparecer bem, aos 36 minutos. Após confusão na área atleticana, o goleiro saiu e ficou com a bola, afastando o perigo.

Joilson mostrou que entrou mesmo bem no jogo e, aos 38 minutos da etapa final, colocou os mandantes novamente à frente no placar. O jogador do Atlético-GO bateu da entrada da área e marcou o terceiro gol do Dragão: 3 a 2.

Três minutos depois do gol, o goleiro Márcio apareceu bem e defendeu forte chute de Almir, salvando o Atlético de sofrer o empate.

O Figueira foi desesperadamente ao ataque nos minutos finais, tentando buscar o empate, mas a vitória do Atlético estava selada. A primeira no Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA - ATLÉTICO-GO X FIGUEIRENSE
Local:
Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 19 de junho de 2012, quinta-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme
Assistentes: Janette Mara Arcanjo e Lilian da Silva Fernandes Bruno
Cartões amarelos: Marino, Marcos e Wesley (Atlético-GO); Roni, Doriva e Júlio César (Figueirense)

GOLS

ATLÉTICO-GO: Márcio, aos 37 minutos do primeiro tempo, Felipe, aos 14 minutos do segundo tempo, e Joilson, aos 38 do segundo tempo;
FIGUEIRENSE: Caio, aos 22 minutos do primeiro tempo e aos 16 do segundo tempo.

ATLÉTICO-GO: Márcio; Marcos, Reniê, Gabriel e Eron; Pituca, Marino, Bida (Joilson) e Vanderlei Francisco (Diogo Campos); Wesley e Felipe (Patrick)
Técnico: Jairo Araújo (interino)

FIGUEIRENSE: Wilson; Pablo, Anderson Conceição, Fred e Fabiano Silva (Doriva); Túlio (Coutinho), Guilherme Santos e Almir; Julio César, Caio e Roni (Luiz Fernando)
Técnico: Argel Fucks