Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Argel pode ser demitido no Figueirense, mas “não joga toalha”

Treinador ficou bastante ameaçado depois da derrota desta quinta-feira, no Serra Dourada

Gazeta |

Uma virada inexplicável sofrida diante do lanterna Altético-GO, que ainda não havia vencido no Campeonato Brasileiro, colocou em perigo o cargo de Argel no Figueirense. A derrota por 3 a 2 no Serra Dourada foi a segunda seguida da equipe catarinense, que não vence desde a primeira rodada da competição.

AE
Argel, técnico do Figueirense

No comando do Figueirense desde maio, o técnico não admite desistir e exaltou o elenco da equipe. "A diretoria sempre deu a tranquilidade para trabalhar. Então, estamos tentando fazer o nosso melhor. Eu confio nesses jogadores. Então tenho a confiança. Acredito que podemos sair dessa situação, não tenho dúvida nenhuma disso. Não sou ser humano de jogar a toalha", disse.

Deixei seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Argel, que chegou ao clube após a derrota no estadual para o Avaí, pode ser demitido ainda nesta sexta, mas garante que o futebol do Figueirense está evoluindo pouco a pouco.

"A gente trabalha aqui. Estamos dois meses aqui. A equipe já melhorou em algumas coisas, parte física, parte tática. Claro que futebol é resultado, e o resultado não está vindo. Então existe aqui um responsável. Me sinto tranquilo, não tenho problema nenhum, continuo fazendo o meu trabalho e vamos pensar no jogo contra o São Paulo", ressaltou o treinador, com aproveitamento de apenas 26,6% dos pontos no Brasileiro.

O nome mais cotado para assumir o cargo de técnico do clube é de Adílson Batista, que salvou o clube do rebaixamento em 2005. Curiosamente, o último trabalho de Adílson aconteceu no Atlético-GO, equipe que pode decretar a queda de Argel.

Leia tudo sobre: Argel FucksFigueirenseBrasileirão 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG