O treinador do Coritiba foi julgado pela expulsão no jogo de ida da final da Copa do Brasil

Marcelo Oliveira foi punido pelo STJD
Futura Press
Marcelo Oliveira foi punido pelo STJD

O reencontro de Palmeiras e Coritiba , times finalistas da Copa do Brasil, que acontece nesta quinta-feira, às 21 horas (de Brasília), no estádio Couto Pereira, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro, será marcada por um fato inusitado: nenhum dos dois treinadores poderá comandar as suas equipes do banco de reservas, ambos punidos pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

A punição do comandante palmeirense aconteceu pela expulsão na partida contra Ponte Preta, pelo Brasileirão. Já a advertência de Marcelo Oliveira foi motivada pela expulsão do treinador na primeira partida da final da Copa do Brasil, na Arena Barueri, e pelo registro na súmula da partida feito pelo árbitro.

"Após o término da partida, o técnico da equipe do Coritiba, Sr. Marcelo Oliveira Santos, adentrou o campo de jogo vindo até onde o trio de arbitragem se encontrava reunido, proferindo as seguintes palavras: ´Vocês estão de sacanagem, não marcaram uma falta para nós, foi igual ao ano passado, vão todos tomar no c...", relatou o árbitro Wilton Pereira Sampaio.

Leia mais:  Tcheco confirma aposentadoria e será dirigente do Coritiba

Em sessão da Segunda Comissão Disciplinar, o treinador coxa-branca foi punido de acordo com o artigo 258, § 2º inciso II: assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, com a pensa mínima de um jogo de suspensão, por unanimidade de votos.

Entre para a torcida virtual do Coritiba: 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.