Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Maradona diz que Riquelme traiu o Boca ao decidir deixar o clube

Ídolo do futebol argentino e ex-jogador do Boca Juniors, Maradona disse que Riquelme treiu 75% do país

EFE |

EFE

EFE
Maradona disse que Riquelme traiu o Boca

O astro Diego Maradona afirmou nesta quarta-feira que o meia Juan Román Riquelme traiu o Boca Juniors ao deixar a equipe dois anos antes do fim do contrato, após a derrota para o Corinthians na final da Taça Libertadores, no último dia 4.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"Ele pode brigar comigo e não se juntar à seleção, mas o que não pode fazer é trair 75% dos torcedores do país", disparou o ídolo, que teve problemas com Riquelme quando era treinador da Argentina, entre 2008 e 2010.

Leia mais: Sem títulos, Maradona é demitido de time árabe

Ainda no Pacaembu após a derrota por 2 a 0 para o Corinthians, que representou o quarto vice-campeonato do Boca na história da Libertadores, o meia de 34 anos anunciou que deixaria a equipe. Ele se disse "vazio" e longe dos 100% de sua capacidade para ajudar. "Se você está vazio, encha-se", bradou Maradona em entrevista à rádio "Metro", na qual recordou que Riquelme renunciou à seleção através da imprensa, como fez agora ao deixar o Boca.

Apesar da vontade do meia de se transferir, o clube de Buenos Aires não está disposto a rescindir o contrato válido até 2014. Várias equipes de fora da Argentina, entre elas o Flamengo, já foram apontadas como possíveis destino do camisa 10. 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG