Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Diretor do COL diz que Ronaldo e Bebeto dão credibilidade à Copa de 2014

"Eles têm um carisma enorme com a população e com a mídia", diz Ricardo Trade sobre os ex-jogadores

iG São Paulo | - Atualizada às

O diretor executivo de operações do COL (Comitê Organizador Local) da Copa do Mundo de 2014, Ricardo Trade, disse nesta quarta-feira que os ex-craques Bebeto e Ronaldo têm uma "importância fundamental" e "dão mais credibilidade" ao evento.

O que você vem achando da organização para a Copa 2014? Comente!

"Bebeto e Ronaldo são grandes estrelas do nosso futebol e trazem para nós um conhecimento grande por serem campeões mundiais e conhecerem como funciona uma Copa dentro de campo. Isso faz toda a diferença e nos dá muita credibilidade. Eles sabem da importância de cada detalhe para que o evento seja um sucesso", explica o executivo.

VEJA: Diretor do COL diz que obras da Copa 2014 estão "sob controle"

Os dois ex-jogadores fazem parte do Conselho de administração do COL junto com o presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), José Maria Marin.Ronaldo, que fez parte do grupo que conquistou o tetra em 1994 e foi o grande protagonista do penta de 2002, assumiu o cargo em dezembro do ano passado e Bebeto, que foi decisivo em 1994, chegou ao seu posto em fevereiro do último ano.

Getty Images
Ronaldo e Bebeto dão autógrafos. Com passagens marcantes pela seleção, jogadores entraram para o COL

"Eles têm um carisma enorme com a população e com a mídia, o que nos ajuda muito a levar o projeto da Copa do Mundo para todas as cidades", explica Ricardo Trade, que deu o exemplo de uma campanha lançada sobre o uso de capacetes nas obras dos estádios para evitar acidentes de trabalho, que contou com a participação ativa de Bebeto.

MAIS: Fifa e COI pressionam Brasil e pedem melhorias urgentes nos aeroportos

"Ele deu palestras na frente dos trabalhadores usando sua experiência pessoal, lembrando que quando iniciou sua carreira no Flamengo, não queria usar caneleiras nos treinos, mas acabou mudando de ideia quando recebeu uma dica de Zico, que o alertou sobre a importância de se proteger para preservar o futuro da sua carreira", lembra o executivo.

LEIA: Sedes prometem que estádios darão lucro após Copa

Ronaldo e Bebeto são usados como porta-vozes da organização, mas também têm poder de decisão. "Eles participam de reuniões periódicas a cada 10-15 dias e nunca deixam de dar suas opiniões", completa Ricardo Trade.

*com AFP

Leia tudo sobre: Copa 2014COLFifaRonaldoBebeto

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG