Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Auremir chega ao Vasco elogiando Léo Moura

Novo reforço do Vasco diz que se inspirou em lateral rubro-negro, mas avisa que quer aprender agora com Fágner

Hilton Mattos - iG Rio de Janeiro | - Atualizada às

O Vasco apresentou nesta terça-feira sua nova contratação. Aos 20 anos, Auremir , revelado pelo Náutico , concedeu a primeira entrevista como jogador do clube cruzmaltino. Curiosamente, o novo reforço tem um ídolo rubro-negro. Misto de meia e lateral-direito, sua grande inspiração no futebol é Léo Moura, capitão do Flamengo.

Você a contratação de Auremir um bom reforço para o Vasco? Comente.

“Gostava muito do Leó Moura, mas agora estou no Vasco e vou me inspirar no Fágner, que é um grande jogador e quero aprender com ele”, declarou Auremir, improvisando no discurso para não chegar cometendo gafe.

Site oficial, Marcelo Sadio
Jogador chora ao lembrar do pai, seu grande incentivador

Destaque do cube pernambucano, ele chega se colocando à disposição do técnico Cristóvão Borges. No Náutico, atuou como lateral nas seis partidas em que atuou neste Brasileirão. Waldemar Lemos foi quem o lançou na lateral, e atualmente Gallo o mantinha na posição. Assim, ele chega sem escolher setor.

Leia mais: Dedé avalia evolução da defesa e elogia Douglas

“Quero ajudar. Vim aqui para jogar. Vou jogar onde ele (Cristóvão) pedir. Minha vontade é servir o Vasco. Se o professor optar na lateral, estarei preparado. A torcida pode esperar força e dedicação”, disse Auremir.

Veja também: Vasco paga 1ª parcela referente aos direitos de Bastos e Eder

A promessa de empenho vem da história de vida e de uma dívida que tem com o pai já falecido, Claudemir José dos Santos, seu grande incentivador. De 2006 a 2009, Auremir era atleta das divisões de base do Sport Recife. Após sofrer um AVC e morrer há três anos, o menino, então com 17 anos, abandonou a carreira. Teve que optar pela família. Durante um ano, ajudou no sustento da mãe da irmã.

Mas em 2010, ele recebeu um convite do rival Náutico e não recusou. Diante da possibilidade de jogar por um clube grande, Auremir busca inspiração no pai para despontar na carreira.

“Meu pai foi quem me incentivou. Tudo o que eu ganhei no futebol eu dedico a ele, e o que vou ganhar também. Inclusive o número da minha camisa é uma homenagem a ele”, disse o jogador, inscrito com o número 25, já que o pai fazia aniversário dia 25 de março.

Leia tudo sobre: VascoAuremir

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG