Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Guerrero elogia "bando de loucos" e diz que Ronaldo é seu único ídolo no futebol

Novo atacante corintiano faz média com torcida e sonha em repetir sucesso do "Fenômeno"

Bruno Winckler , iG São Paulo | - Atualizada às

Futura Press
Guerrero fez seu primeiro pelo Corinthians nesta segunda

Paolo Guerrero, o novo atacante do Corinthians, não perdeu tempo para elogiar o "bando de loucos", como já é conhecida a torcida do clube paulista. O jogador peruano, conhecido por suas loucuras dentro de campo, gostou das primeiras impressões que teve da "Fiel". Ainda mais depois que viu alguns jogos de Ronaldo pela equipe, seu único ídolo no futebol.

Leia também: Guerrero justifica fama de bad boy. "Não gosto de perder"

"Vi algumas partidas do Corinthians e o apoio intenso dos torcedores me alegrou bastante. Sei que apoiam durante toda partida e que gostam de uma equipe guerreira. Isso me motiva, me dá mais confiança. Espero o quanto antes conseguir meu melhor para brindar esses torcedores", disse o peruano. "Eu sou um louco, um lutador no campo, fico contente de chegar a este clube, mas sei que preciso trabalhar para dar alegrias ao torcedor corintiano", completou.

Guerrero espera fazer ao menos um pouco do que fez Ronaldo no clube do Parque São Jorge. Entre 2009 e 2010, a camisa 9 corintiana era do "Fenômeno". Agora, Guerrero espera honrá-la. "Ronaldo foi o único ídolo que tive no futebol. Depois nao tive mais. Este é o momento de Messi, de Cristiano ronaldo, mas Ronaldo foi o melhor que vi, já que não vi Maradona, Pelé", comentou Guerrero. "Ele deu muitas alegrias no Corinthians e sonho em fazer igual".


Histórico
Guerrero foi revelado pelo Alianza Lima e com apenas 18 anos foi contratado pelo Bayern de Munique. Por lá fez 44 jogos com 13 gols. Em 2006, mudou-se para o Hamburgo e desde então fez 179 partidas com 51 gols. Pela seleção peruana, Guerrero tem 19 gols em 40 jogos. Ele foi o grande destaque na boa campanha da equipe na Copa América de 2011 e terminou a competição como artilheiro, com cinco gols. Seu contrato com o Corinthians tem duração de três anos. O clube paulista pagará cerca de R$ 8,5 milhões ao Hamburgo em 24 parcelas.

Leia tudo sobre: corinthiansguerreroronaldo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG