Sonho da diretoria flamenguista, meia foi descartado pelo alto valor pedido pelo clube alemão

Emprestado ao Atlético de Madri, Diego levantou a taça da Liga Europa
EFE
Emprestado ao Atlético de Madri, Diego levantou a taça da Liga Europa

O meia Diego gerou o interesse do Flamengo em sua contratação, mas o alto valor da negociação travou o acerto entre as partes. Após jogar emprestado pelo Atlético de Madri, o ex-santista é esperado pelo técnico Felix Magath na equipe com a qual tem contrato, o Wolfsburg, da Alemanha.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Espero que ele retorne em forma e recuperado. Esperamos que ele esteja pronto no dia 31 de julho. Se até lá não houver propostas, é claro que ele não estará mais no mercado. Com isso, Diego continuará conosco", afirmou Magath, em entrevista para o jornal Bild , da Alemanha.

Leia mais: Beckenbauer nega insinuação de Blatter de que Alemanha "comprou" Copa

Com contrato até 2014 junto ao clube alemão, Diego era um sonho da diretoria flamenguista. Diante do fracasso nas conversas com o carioca, Magath, que havia dito "não fazer sentido" o retorno do ex-santista, mostrou contar com o jogador, assim como o zagueiro Kjaer, que estava na Roma.

Veja também: Capello é anunciado como novo técnico da Rússia

Diego foi contratado pelo Wolfsburg em 2010, junto à Juventus de Turim , mas não ficou nem uma temporada como titular da equipe por um desentendimento com o treinador após ser barrado em uma partida do Campeonato Alemão, contra o Hoffenhein. Liberado, o meio-campista campeão brasileiro com a camisa do Santos , em 2002, ficou um ano em Madri e conversava para jogar no Rio, mas a proposta do Flamengo foi recusada pelos alemães.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.