Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Flamengo segura pressão com um a menos e vence o Bahia fora

Técnico Paulo Roberto Falcão está ameaçado de demissão após derrota em casa para o time carioca

iG Rio de Janeiro * | - Atualizada às

O Flamengo venceu o Bahia por 2 a 1, neste domingo, em duelo realizado em Pituaço, pelo Campeonato Brasileiro. A vitória do time carioca, que segurou pressão nos minutos finais após ter um jogador expulso, deu sobrevida ao técnico Joel Santana. No time nordestino, Paulo Roberto Falcão está ainda mais ameaçado de demissão após a derrota. 

Com a bola rolando, as duas equipes tiveram muita dificuldade em colocar a bola no chão. Os jogadores exageravam em bolas longas e chutões para o alto e viam o árbitro Francisco Carlos Nascimento marcar falta em qualquer choque. O Bahia conseguiu criar algumas jogadas, mas sem assustar nas finalizações.

Você acha que o Flamengo vai se classificar para a Libertadores em 2013? Opine

Especialidade dos dois times, a bola parada também não funcionou no primeiro tempo. Renato Abreu e Ibson pelo Flamengo e Mancini pelo Bahia não levaram perigo para os goleiros.

O jogo estava truncado e sem chances de gol até que o zagueiro e capitão Titi afastou a bola nos pés de Hernane. O atacante flamenguista ajeitou e mandou uma bomba cruzada, abrindo o placar em Pituaçu.

Confira como está a classificação do seu time no Campeonato Brasileiro

Quando o Fla começou a controlar as ações, um lançamento encontrou Gabriel na esquerda e o jogador mais lúcido em campo decidiu. Ele saiu da marcação em velocidade e cruzou rasteiro para Kléberson completar de carrinho. O meia comemorou demais o gol contra o ex-clube.

Animado pelo empate, o Bahia se mandou para o ataque, sempre com Gabriel comandando as jogadas. Em mais um lançamento do lado esquerdo, o volante Luiz Antonio, improvisado como lateral direito, chegou a atrasado derrubou Mancini que sairia na cara do gol. Como já tinha recebido um cartão após falta no campo de ataque, o garoto foi expulso.

A segunda etapa começou com o mesmo cenário de pouca criatividade. O Bahia voltou com o velocista Jones para sufocar o Flamengo, mas assustou em apenas um lance, com Gabriel.

Joel também apostou na velocidade e colocou Diego Maurício e Negueba, mas foi Hernane quem apareceu mais uma vez. O atacante tabelou com Ibson e o meia foi derrubado por Fabinho. Na cobrança, Renato Abreu bateu forte no canto esquerdo de Marcelo Lomba, deixando o Flamengo em vantagem no placar: 2 a 1.

Acompanhe o Brasileirão em tempo real e com estatísticas no aplicativo iG Futebol

O empate desestabilizou o time da casa, que passou a atacar de maneira desordenada. Impaciente, a torcida começou a vaiar os jogadores no Pituaçu. Buscando salvar o cargo, Falcão colocou o centroavante Júnior no lugar do volante Diones, mas Arthur Sanches se tornou o destaque do jogo, tirando o perigo da defesa flamenguista. No último lance, Vander marcou, mas o bandeirinha assinalou impedimento do atacante, frustrando a torcida local.

Na próxima rodada, o Bahia encara o Fluminense, no Engenhão. O jogo da 10ª rodada acontece na quinta-feira, às 21h. Já o Flamengo recebe o Corinthians, também no Engenhão, ás 21h50 de quarta-feira, ambos no horário de Brasília.

FICHA TÉCNICA -  BAHIA-BA 1X2 FLAMENGO-RJ
Local: Estádio Pituaçu, em Salvador (BA) 
Data: 15 de julho de 2012 (Domingo) 
Horário: 16 horas (de Brasília) 
Árbitro: Francisco Carlos Nascimento (Fifa-AL) 
Assistentes: Fabiano Ramires (ES) e Otávio Araújo Neto (AL) 
Cartões amarelos: Fahel, Danny Morais e Júnior (Bahia); Luiz Antonio e Renato Abreu (Flamengo) 
Cartão vermelho: Luiz Antonio (Flamengo)

Gols:
BAHIA: Kléberson, aos 37 minutos do primeiro tempo
FLAMENGO: Hernane, aos 30 minutos do primeiro tempo, e Renato Abreu, aos 26 minutos do segundo tempo

BAHIA: Marcelo Lomba, Fabinho (Vander), Danny Morais, Titi e Hélder; Fahel (Jones), Diones (Júnior), Kleberson, Mancini e Gabriel; Souza
Técnico: Paulo Roberto Falcão

FLAMENGO: Paulo Victor, Luiz Antonio, Marllon, Arthur Sanches e Ramon (Magal); Aírton, Ibson, Renato Abreu e Adryan (Diego Maurício); Deivid (Negueba) e Hernane
Técnico: Joel Santana

*Com Gazeta

Leia tudo sobre: Brasileirão 2012FlamengoBahiaFutebol

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG