Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Sem convites da Europa, Felipão não se pronuncia sobre renovação

Treinador tem contrato com o Palmeiras até o fim do ano e diz estar pensando apenas na disputa do Campeonato Brasileiro

iG São Paulo * |

Agência O Globo
Felipão é carregado pelos jogadores do Palmeiras após a conquista da Copa do Brasil

O título da Copa do Brasil e a consequente classificação para a Libertadores de 2013 não foram capazes de fazer Luiz Felipe Scolari se pronunciar sobre seu futuro à frente do Palmeiras. "Não estou pensando nisso", disse o treinador nesta sexta-feira, na Academia de Futebol, ao ser perguntado se vai renovar ou não o vínculo com o clube, que termina no final deste ano.

Felipão vai renovar o contrato com o Palmeiras? Deixe sua opinião

A expectativa de Felipão era receber convites de seleções européias depois do final da Euro, mas isso acabou não acontecendo. Após a competição, alguns países trocaram de treinador, como a Holanda e a França, mas nenhum se lembrou do ex-técnico de Portugal. Dessa forma, o contrato com o Palmeiras será cumprido até o final, em dezembro.

Leia também: Após título, Felipão espera 'estrear' no Brasileiro com o pé direito

"Quando vim pra cá, imaginava algumas seleções européias poderiam se manifestar após a Euro deste ano", disse Felipão. "Era uma possibilidade que interessava a mim. Não recebi proposta nenhuma, embora os jogos comecem em setembro pelas eliminatórias. Não tenho nada e tenho este contrato perdurando com o Palmeiras. É o que eu pretendo nesse momento", completou.

Veja ainda: Obina aparece no CT do Palmeiras e deve ser apresentado na segunda-feira

Sem convites da Europa e evitando pensar na próxima temporada, Felipão se concentra exclusivamente no Campeonato Brasileiro, competição em que o Palmeiras ocupa a 18ª colocação e terá como próximo adversário o São Paulo.

E mais: Palmeiras vai enfrentar o São Paulo com uma série de desfalques

"Minha preocupação com o futuro é passar por esta outra fase do Brasileirão, pois não estamos bem", afirmou o comandante palmeirense. "Vou cumprir meu contrato. Se não cumprir, pago multa. Nenhuma das partes quer romper. Depois é outro assunto que não se sabe", finalizou.

Seleção brasileira

O novo presidente da CBF, José Maria Marin, prometeu uma análise do trabalho de Mano Menezes à frente da seleção brasileira após a disputa das Olimpíadas de Londres. Perguntado sobre a possibilidade de retornar ao lugar em que faturou a Copa do Mundo de 2002, Felipão foge do assunto.

"O presidente se chama José Maria Marin, não sou eu que tem que definir quem trabalha na CBF, quem tem que dizer se o porteiro fica são eles, eles que resolvam. Sou técnico de futebol trabalhando pelo Palmeiras", disparou.

Entre para a torcida virtual do Palmeiras

*Com Gazeta

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG