Família, seleção e ambiente corintiano pesaram na decisão da dupla de continuar no clube

Paulinho e Ralf acenam durante treino do Corinthians nesta sexta-feira
Gazeta Press
Paulinho e Ralf acenam durante treino do Corinthians nesta sexta-feira

Os volantes Ralf e Paulinho foram à sala de imprensa do Corinthians nesta sexta-feira para confirmar a informação dada pelo presidente do clube, Mário Gobbi, de que seguirão no Parque São Jorge, apesar das propostas recebidas nesta janela de transferências do futebol europeu.

A dupla titular nas campanhas dos títulos do Brasileirão de 2011 e da Libertadores de 2012 renovou seus contratos por mais um ano. Os vínculos, que se encerrariam em 2014, vão até o final de 2015.

Comente esta notícia e deixe seu recado para outros torcedores

“A gente está muito feliz pelo esforço que a diretoria fez para nos manter. Não mediram esforço pra deixar a gente mais a vontade. Estamos adaptados, acostumados, temos um respeito enorme de todos, o que só aumenta a vontade que gente tem de conquistar títulos com essa camisa maravilhosa que tanto nos faz felizes”, disse Ralf, que não quis revelar qual clube italiano lhe fez proposta nesta janela.

Paulinho teve oferta da Inter de Milão e receberia pelo menos 40% a mais do que recebe no Brasil. O Corinthians deu um novo aumento salarial para o jogador (já havia dado no início do ano) e apesar de não ser o mesmo que receberia na Itália, Paulinho se sentiu satisfeito.

Leia ainda: Corinthians espera exames de Martínez para confirmá-lo como reforço

“É normal abrir mão um pouco do financeiro quando se recusa uma proposta, mas tem de estar feliz, contente. Não se pode tomar uma decisão para depois se arrepender. Foi isso que fiz com meus representantes. Abri mão, sim, mas sei que vai valer a pena”, disse Paulinho. ”Conversei muito com minha esposa, pensamos na nossa filha de 3 anos para chegar a essa decisão certa de ficar no Corinthians”, disse o camisa 8.

Tanto Ralf como Paulinho citaram a seleção brasileira como um dos motivos que os levaram a permanecer no Brasil. Disputar a Copa do Mundo de 2014 é objetivo de ambos. Para isso, desejam continuar brilhando no Corinthians.

Veja também: Corinthians expõe taça da Libertadores no memoria. Veja fotos

“Estar na seleção é sempre uma motivação. A Copa vai ser aqui, a gente sabe que muita coisa pode acontecer, são muitos jogadores que têm qualidade, mas com os pés no chão vamos buscar estar lá”, disse Ralf, convocado para o amistoso contra a Alemanha em 2011.

Paulinho, que esteve no Superclássico das Américas, contra a Argentina, também no ano passado, quer voltar. “Para isso tenho que trabalhar, trabalhar bem, fazer bons jogos, ter bons resultados e aí sim ter chance na seleção brasileira novamente”.

Entre para a Torcida Virtual do Corinthians

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.