Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Gigante do futebol escocês terá que jogar quarta divisão nacional

Falido e refundado, Glasgow Rangers já foi campeão escocês 54 vezes desde que foi fundado, há 139 anos

AFP |

AFP

Getty Images
O último título escocês do Rangers foi em 2011

Falido, o gigante Glasgow Rangers irá jogar na quarta divisão do Campeonato Escocês na próxima temporada, após uma votação entre as equipes da Liga Escocesa de Futebol (LEF) nesta sexta-feira.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O time já havia sido expulso da Primier League escocesa após declarar falência e, graças aos investimentos de um britânico, foi refundado sob nova administração. Assim, a situação do "novo" clube foi submetida a votação para saber se entraria direto na primeira divisão ou, como foi decidido, se teria que ir para a última.

Relembre: Rangers entra em concordata e perde 10 pontos no Campeonato Escocês

O diretor-executivo da Associação Escocesa de Futebol, Stewart Regan, afirmou que o "rebaixamento" do Rangers pode significar uma catástrofe financeira e uma "morte lenta e dolorosa" para o futebol escocês.

Leia mais: Chelsea faturou quase R$ 150 milhões durante a Liga dos Campeões passada

Regan disse ainda que o clube deveria ser promovido à primeira divisão.No entanto, 25 dos 30 times da Liga votaram a favor do rebaixamento dos Rangers, segundo um anúncio feito em uma coletiva de imprensa no Parque Hampden, em Glasgow, após a reunião desta sexta-feira.

Veja também: Ex-time de Pelé, New York Cosmos anuncia retorno aos gramados nos EUA

"Hoje foi um dia muito, muito importante para o futebol escocês", declarou o diretor-executivo da LEF, David Longmuir."Votamos para aceitar de bom grado os Rangers como um membro associado da LEF. A única solução plausível será realocar o Rangers FC para a quarta divisão no início desta temporada, de 2012/13", acrescentou.

E ainda: Maradona não aceita demissão: "Assinei por dois anos, cobrarei por dois anos"

Ele disse ainda que "precisamos nos empenhar na reconstrução e na restauração do orgulho no futebol. Vinte e cinco de 30 clubes votaram a favor da opção da terceira divisão"."A decisão de hoje foi uma das mais difíceis para todos os envolvidos, mas foi tomada com interesse em um esporte mais justo, que é o princípio fundamental da LEF. Estou muito confortável com essa opção", concluiu.

Leia tudo sobre: glasgow rangersfutebol mundial

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG